IMG-20180207-WA0083

O desembargador Adalberto de Oliveira Lima tomou posse como o novo presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, em solenidade na sede do TJPE, no Recife. O novo presidente estará à frente do Judiciário Pernambucano no período de dois anos, substituindo o colega Leopoldo Raposo. A solenidade foi prestigiada pelas mais importantes personalidades do mundo jurídico, político e empresarial e os dois magistrados foram bastante elogiados e cumprimentados.

A nova Mesa Diretora do TJPE também é integrada pelos desembargadores Cândido Saraiva, 1º vice-presidente, Antenor Cardoso, 2º vice-presidente, e Fernando Cerqueira, corregedor-geral da Justiça.

O presidente Adalberto de Oliveira Melo agradeceu o apoio que recebeu dos colegas e afirmou que o próximo biênio terá como principal meta a procura da celeridade do Poder Judiciário, como forma imprescindível para diminuir a impunidade. O desembargador também destacou a importância da continuidade da integração entre os poderes Executivo e Judiciário como caminho para a solução de vários problemas. “As parcerias com o Executivo continuam”.

Ele também falou sobre a audiência de custódia, que tem sido bastante discutida e até criticada por grande parte da população e até de policiais. “Vamos ter aqui um verdadeiro fórum criminal na Comarca de Recife, para facilitar toda a situação que envolve juízes, detentos e audiência de custódia”. O desembargador também destacou a importância da continuidade da integração entre os poderes Executivo e Judiciário. “As parcerias com o Poder Executivo continuam”, completou.

O governador Paulo Câmara participou da solenidade e aproveitou para dizer que o Governo do Estado continuará com todo esforço para solucionar os problemas. “Vim dar um abraço no novo presidente, Adalberto Lima, e em toda a nova mesa diretora. Aproveito para me despedir e homenagear também o ex-presidente do TJPE, Leopoldo Raposo, que fez um belíssimo trabalho à frente do Tribunal de Justiça. Vamos continuar essa parceria. Pernambuco precisa muito, cada vez mais, de integração entre os poderes. E o Poder Judiciário tem muito a contribuir e a ajudar o Poder Executivo nas suas políticas públicas”.

EXPERIÊNCIA – O novo presidente do TJ tem 66 anos e nasceu na cidade de Caruaru, tendo ocupado diversas funções em outros municípios pernambucanos. Disse que uma de suas metas é a construção do prédio do Fórum Criminal,na BR 101, no Curado, que terá acesso às pessoas com deficiência, e adiantou que deverão ser elevadas para terceira entrância as comarcas de Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Caruaru e Petrolina.
Fotos: Aluisio Moreira/SEI

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar