Arquivos do mês dezembro 2017

IMG-20171217-WA0067

O ano de 2017 foi o mais violento da história de Pernambuco. Em 11 meses, já foram registrados em Pernambuco mais de 5 mil assassinatos, a pior marca desde que esse tipo de crime passou a ser acompanhado pela SDS, em 2004. Segundo o líder da Bancada de Oposição, Silvio Costa Filho (PRB),  nos três anos do governo Paulo Câmara, 13.398 pernambucanos foram assassinados, número que ainda deverá crescer quando foram contabilizados os números de dezembro.

A sensação de insegurança no Estado amedronta o povo pernambucano e já compromete o ambiente de negócios em Pernambuco, que tem atraído cada vez menos investimentos privados. A sociedade pernambucana é penalizada duplamente, quando paga o pior dos impostos, o imposto do medo, e assiste o baixo crescimento econômico nos levar ao posto de campeão nacional do desemprego.

Lamentavelmente, o atual governo revela-se completamente incapaz de reagir. As ações anunciadas, como entrega de novas viaturas e contratação de mais policiais, são importantes, mas na verdade é mais uma tentativa de confundir a opinião pública, uma vez que as novas viaturas apenas repõem as que saíram de circulação e os novos soldados apenas substituem os policiais que passaram para reserva.

Na prática, segundo Silvio, as ações do governo na segurança se limitaram à troca de comando da Polícia Militar e da Civil e a substituição de secretários – já foram três na atual gestão. Iniciativas que não se traduziram em resultados. Além do recorde de assassinatos, temos um dos menores índices de resolubilidade de crimes, elevado déficit de homens nas policias, baixos investimentos em inteligência e prevenção da violência, além de integração com os municípios para combater a criminalidade.

“O povo de Pernambuco merece respostas. Uma política de segurança pública eficaz só se constrói com a participação de toda a sociedade. A hora é de unir os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário; as entidades da sociedade civil, como a OAB, as universidades; os agentes de segurança e os movimentos sociais em prol da redução da violência. O governo do Estado precisa ter a humildade de reconhecer que está perdendo a guerra para a criminalidade e aceitar a ajuda de quem está disposto a contribuir para mudar esse quadro“, diz Silvio.

Carlos Brito

Partido fundado pela ex-senadora Marina Silva assume posição de independência

IMG-20171217-WA0061

A Rede Sustentabilidade anunciou, neste sábado (16), que desembarcará do governo de Paulo Câmara (PSB). A entrega dos cargos ocorrerá até o final do mês. A decisão foi tomada em conferência estadual realizada também neste sábado (16). O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, Sérgio Xavier, anunciou o seu afastamento das atividades partidárias.

“Resolvemos que teremos candidatura própria aos cargos majoritários em 2018. Por isso, vamos entregar os cargos até o final do ano, para fazer uma transição sem problemas e com transparência”, disse Roberto Leandro, um dos representantes e o partido no Estado.

Entre os nomes cotados para a chapa majoritária, estão o ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, que deve deixar o PMDB e está em conversas avançadas com a Rede, o ex-superintendente do Ibama, João Arnaldo, o ex-deputado estadual Roberto Leandro e cantor gospel Jairinho.

As candidaturas terão como objetivo fortalecer a candidatura à Presidência da República de Marina Silva. “Vamos continuar dialogando com o PSB e outros partidos do campo democrático, além de movimentos da sociedade para fortalecer a candidatura de Marina Silva”, acrescentou Roberto Leandro.

Na conferência, a Rede também escolheu os seus novos porta-vozes, função equivalente à presidência. Foram escolhidos Clécio Araújo e Milena Reis.

SÉRGIO XAVIER

Em carta entregue aos porta-vozes do partido (função que equivale à presidência estadual), Sérgio Xavier comunicou seu afastamento das atividades partidárias. Ele não compareceu à conferência estadual. “Gostaria de aproveitar a oportunidade da Conferência Estadual para anunciar oficialmente o meu afastamento das atividades partidárias da Rede Sustentabilidade”, disse Xavier.

O secretário já havia anunciado, em novembro, que sairia do governo de Paulo Câmara (PSDB). Oficialmente, ele comunica que está se dedicando a projetos empresariais na área de sustentabilidade. Mas, nos bastidores do Palácio do Campo das Princesas, há a informação de que o seu afastamento se deve a uma pressão nacional da Rede, mirando uma aliança nacional.

“Conforme já anunciei publicamente, reitero também que estou encerrando a minha participação no Governo do Estado dePernambuco. Já informei esta decisão ao governador Paulo Câmara e me coloquei à disposição para realizar, de forma cordial, tranquila e responsável, a transição do cargo de Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade para o sucessor ou sucessora a ser nomeado ou nomeada pelo governador”, afirmou, na carta.

Na carta, o secretário também lista as realizações feitas na pasta e agradece a Marina Silva. “Expresso um agradecimento especial a Marina Silva pelo intenso apoio, durante toda a nossa jornada, sobretudo nesta difícil missão de gestor público, em tempos de crise política, ética e sócioeconômica. E ressalto nosso compromisso e engajamento firme na sua nova campanha presidencial de 2018. Não tenho dúvidas que Marina representa a melhor alternativa para restaurar a credibilidade do Brasil, reacender esperanças na política e implantar um novo modelo de desenvolvimento inclusivo, ético e sustentável que será inspirador para o mundo”, disse, no texto.

JC ONLINE /Mariana Araújo

IMG-20171217-WA0058

Paulo Câmara prestigia inauguração de nova sede da OAB em imóvel
comprado pelo TJPE ao Grupo JCPM, que doou ao Estado de Pernambuco,
que doou à OAB e que até hoje não entrou em funcionamento

IMG-20171217-WA0059
Há exatamente dois anos, no dia 18 de dezembro de 2015, com toda a pompa e circunstância comuns a esse tipo de evento, contando inclusive com a presença do governador do Estado, Paulo Câmara, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Pernambuco, inaugurava o que chamou de “Casa da Cidadania”, localizada num prédio reformado localizado no número 346 da Rua do Imperador Pedro II, do Bairro de Santo Antônio e que fora adquirido, originariamente, sem licitação, ao Grupo JCPM, pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (Leia em OAB-PE inaugura sua nova sede em Recife).

 

Blog Noélia Brito

IMG-20171216-WA0051

Entre janeiro e novembro deste ano, foram contabilizados 5.030 assassinatos. Marca é a mais expressiva desde 2007, quando foi criado o Pacto pela Vida para diminuir o número de Crimes Violentos Letais Intencionais

Com os 456 assassinatos contabilizados em novembro de 2017, o estado de Pernambuco ultrapassou a marca de cinco mil homicídios cometidos em menos de um ano. Ao todo, 5.030 pessoas foram assassinadas no estado entre os meses de janeiro e novembro, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) na tarde desta sexta-feira (15). A estatística é a maior em uma década de Pacto pela Vida, programa instalado pela administração estadual em 2007 para diminuir o número de mortes violentas no estado.

Em 2016, o estado somou 4.479 homicídios cometidos entre janeiro e dezembro. Em 2017, até novembro, foram 551 assassinatos a mais do que no ano anterior. Em relação aos 3.889 homicídios registrados em 2015, o ano de 2017, mesmo sem ter terminado, já soma 1.141 assassinatos a mais.

Número de homicídios em Pernambuco

Janeiro a novembro de 2017

Dos 456 homicídios registrados em Pernambuco em novembro de 2017, 60 ocorreram na capital, 126 na Região Metropolitana do Recife e outros 270 no interior, correspondendo a uma média estadual de 15,2 assassinatos por dia. O número total de homicídios em novembro é o maior desde maio deste ano, quando foram contabilizados 457 assassinatos no estado.

Entre os meses de maio e novembro de 2017, foram registrados 2.992 homicídios em Pernambuco. Nesse período, o principal motivo dos assassinatos envolveu drogas e entorpecentes, representando 27,5% desse total. Em segundo lugar, está o “acerto de contas”, que representa 21,6% das motivações dos homicídios nesse período.

Até novembro de 2017, a capital pernambucana foi o município que registrou o maior número de homicídios ao longo do ano. Em 11 meses, foram 730 assassinatos. Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, contabilizou 364 no mesmo período. Já as cidades de Caruaru e Petrolina, no Sertão, tiveram 248 e 122 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais, respectivamente.

Há, ainda, localidades em que não houve nenhum homicídio em 2017. É o caso das cidades de Cumaru e Salgadinho, no Agreste, e Ingazeira, no Sertão. No arquipélago de Fernando de Noronha, também não houve nenhum registro de homicídio ao longo do ano.

‘Estamos trabalhando muito’, diz governador

Durante uma coletiva de imprensa na manhã desta sexta (15), antes da divulgação das estatísticas dos homicídios, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), afirmou que os números de assassinatos reduziram ao longo do ano e relembrou o reforço de 1,5 mil policiais nas ruas do estado, feito ao longo de 2017.

“Estamos trabalhando muito e vamos finalizar 2017 numa situação melhor do que começamos o ano. Temos certeza que 2018 vai ser um ano que a gente vai poder, efetivamente, trazer resultados mais satisfatórios porque somos incansáveis nesse trabalho de melhorar a segurança de Pernambuco e trazer a paz aos pernambucanos”, destacou.

G1

IMG_20171216_163238Ao responder, em entrevista a O Globo, sobre uma eventual aliança dos tucanos com a turma de Temer na sucessão presidencial, Fernando Henrique fez uma avaliação óbvia sobre o PMDB:  o partido vai se fragmentar na corrida ao Palácio do Planalto, seu eixo sempre foi eleger bancadas federais, com base em alianças estaduais.

FHC concluiu que o PSDB não precisa ficar refém do PMDB. Ele tem razão. É um partido do tipo que sempre crava triplo na loteria em que se aposta no resultado de um jogo de futebol — é uma legenda tão velha quanto essa modalidade de aposta. Por isso, há sempre uma banda do PMDB à postos para embarcar em alguma candidatura competitiva ao Planalto.

Mais do que essas avaliações típicas de FHC, o que surpreendeu foi a repercussão. Dessa vez, não foram os Maruns da vida que reagiram. No próprio O Globo, na matéria com o título “Lideranças do PMDB criticam declarações de FHC”, a foto é de Jarbas Vasconcelos. Também é dele a crítica que dá peso à notícia.

Foi uma surpresa. Jarbas Vasconcelos, hoje deputado, e Pedro Simon, sempre ativo, são remanescentes da luta histórica do velho MDB, sob o comando de Ulysses Guimarães, contra a ditadura militar.

— Era melhor ele não ter falado, repreendeu Jarbas, um político cauteloso e zeloso sobre o que fala.

As restrições de Fernando Henrique ao PMDB de Temer, mesmo com algum aplauso às reformas e aos sucessos da equipe econômica, tiveram como foco a questão ética.

Na mesma linha do Jarbas de sempre. Exemplo recente: por duas vezes, votou a favor da autorização para que o STF abrisse investigações das denúncias contra Temer. Ele, que já era olhado meio de soslaio pela cúpula do partido, passou a ser visto apenas como adversário.

O entorno de Temer, Romero Jucá à frente, resolveu rifar Jarbas. No percurso, atropelaram o DEM e fizeram um acordo com a família Coelho, uma das mais tradicionais de Pernambuco.

O combinado foi tirar o PMDB de Pernambuco das asas de Jarbas e entregá-lo para o senador Fernando Bezerra Coelho e a seu filho, o atual ministro das Minas e Energia.

Era jogo jogado na Executiva do PMDB. O deputado Baleia Rossi, relator do caso, é o líder do PMDB na Câmara com o cacife de ser da copa e cozinha de Temer.

Jarbas conseguiu duas liminares judiciais, em Brasília e Recife, que impediram a Executiva de dissolver o diretório do PMDB em Pernambuco, presidido pelo vice-governador Raul Henry.

A briga é por opções diversas na sucessão estadual.

Para contornar o veto da Justiça, ficou acertado que a Convenção Nacional do PMDB, marcada para a próxima terça-feira (19), mudaria os estatutos. Esse tema continua na pauta.

O que parece ter mudado foi a relação de Temer com Jarbas Vasconcelos. Jarbas quebrou o gelo indo a um jantar em que o presidente tentava conquistar votos para a reforma da Previdência. Ali, ficou acertada uma conversa a dois no Palácio do Planalto.

O encontro ocorreu na manhã da quarta-feira (6) de dezembro. As versões sobre o que rendeu a conversa variam pouco. Há quem diga que Temer se limitou a avaliar os argumentos de Jader contra a mudança no PMDB de seu Estado. Mas também quem assegure ter Temer dito que vai pedir a Baleia Rossi que segure o processo.

O fato é que na terça-feira uma carta será revelada. Se for contra Jarbas Vasconcelos, de nada adiantou sua iniciativa. Mas, se a favor, surtiu efeito.

Poder jogar com cartas tão valorizadas é um trunfo de Temer.

A conferir sua aposta.
Comentários 0 Por E-

Andrei Meireles – Blog Os Divergentes

IMG-20171216-WA0027
Dados do Portal Tome Conta do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco revelam que a empresa PLANUS ADMINISTRAÇÃO E PARTICIPAÇÕES LTDA., fornecedora de leite pasteurizado em sacos de um litro para escolas públicas ganhou todas as 13 licitações de que participou em sua existência, não tendo perdido simplesmente nenhuma. Quando não venceu a licitação, a Planus levou o contrato sem licitação, por Dispensa. Por ser esse fenômeno empresarial foi que só de contratos com o Governo do Estado de Pernambuco, para fornecer apenas leite pasteurizado em sacos de um litro, a Planus já embolsou a impressionante quantia de R$ 121.377.707,97 (Cento e vinte e um milhões, trezentos e setenta e sete mil, setecentos e sete reais e noventa e sete centavos).

Só da Secretaria de Administração que tem como titular o secretário Milton Coelho, foram R$ 55.325.795,00 (cinquenta e cinco milhões, trezentos e vinte e cinco mil, setecentos e noventa e cinco reais) em contratos para aquisição de leite com essa empresa chamada Planus Administração e Participação entre os a anos de 2014 e 2016.
Com prefeituras de Paulistas, Caruaru e Abreu e Lima, a Planus obteve R$ 14.793.362,88 (quatorze milhões, setecentos e noventa e três mil, trezentos e sessenta e dois reais e oitenta e oito centavos) em pagamentos já liquidados, entretanto, só o último contrato agora em 2017, com a Prefeitura de Abreu e Lima, ligada ao PSB, num total de R$ 7.161.154,00 e que, segundo o Portal Tome Conta do TCE, desde sua assinatura, já teriam sido empenhados por apenas quatro meses de fornecimento de leite para as escolas de Abreu e Lima R$ 1.960.000,00, o que corresponde a um gasto mensal de R$ 490.000,00 com o produto, num Município de apenas noventa mil habitantes. Vale lembrar que todas os Programas foram custeados com verbas federais do PNAE.
O interessante é que apesar de comprarem em enormes quantidades nem por isso a Secretaria de Administração de Pernambuco ou mesmo a Prefeitura de Abreu e Lima conseguiram obter preços sequer compatíveis com os praticados no mercado. Uma simples consulta no Google revela que o litro do leite comprado num supermercado qualquer, a unidade, poderia ser obtido por R$ 2,69, no máximo. Entretanto, o Governo de Pernambuco chegou a pagar, agora em novembro, R$ 3,15 por um litro de leite, mesmo tendo adquirido 1.109.957 (um milhão, cento e nove mil, novecentos e cinquenta e sete litros) de um único fornecedor, no caso, o fenômeno de vendas Planus Administração e Participação Ltda e tudo, é claro com recursos federais, o que deve interessar bastante ao Ministério Público Federal, à CGU e à Polícia Federal, que têm marcado colado nessas licitações (e dispensas delas) do governo de Pernambuco e Prefeituras, com dinheiro federal. Mas quem será o dono dessa Planus? Será alguém que anda processando pessoas de bem na tentativa vil de calar e intimidar quem colabora com o competente trabalho da Polícia Federal? Fica a dúvida que certamente em breve será esclarecida.

Blog da Noêmia Brito

IMG-20171216-WA0026

Operação Gênesis: MPPE, CGU e Polícia Civil cumprem mandados de busca e apreensão para desarticular grupo criminoso que desviou recursos da Prefeitura de Quipapá
Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Ministério da Transparência e Controladoria Geral da União (CGU) e Polícia Civil cumprem, na manhã desta quinta-feira (14), 15 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Gênesis. A operação conjunta mobiliza um total de 70 policiais civis, 12 integrantes do Grupo de Apoio Especializado ao Combate às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco) e oito servidores da CGU e visa desarticular uma organização criminosa que, segundo apontam as investigações, seria responsável por fraudes em licitações para contratação de serviços pela Prefeitura de Quipapá, na Mata Sul do Estado.
Dados preliminares apontam que, somente em Quipapá a quantia de dinheiro desviado pelo esquema chega a R$ 18 milhões, dos quais R$3,5 milhões seriam de recursos federais. O modus operandi do grupo inclui a atuação coordenada de empresas e agentes públicos para direcionar os processos licitatórios, assegurando que os contratos sejam firmados com empresas fantasmas. Além de Quipapá, também estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Garanhuns, Correntes, Terezinha, Caruaru e Recife.
As investigações tiveram como foco contratos para a oferta de alimentação escolar aos estudantes matriculados em todas as etapas e modalidades da educação básica. Foram alvo do esquema a rede pública e entidades qualificadas como filantrópicas.
Mais detalhes sobre a operação serão repassados em entrevista coletiva na sexta-feira (15), às 10 horas, na sede do MPPE, na rua do Imperador Dom Pedro II, 473, Santo Antônio.
* Com informações da Assessoria de Imprensa do MPPE e da CGU

Blog da Noêmia Brito

b7498b_36ecd8b9768ac6d45b2e16f83169dea0

O governador Paulo Câmara assinou, nesta sexta-feira (15), protocolo de intenções junto à diretoria da Ruag Indústria e Comércio de Munições Ltda para a abertura da fábrica em Pernambuco – primeira da empresa no País. Com um investimento de 15 milhões de euros (cerca de R$ 58,5 milhões), a empresa suíça, que ainda não definiu o local onde o empreendimento será erguido, deve criar, inicialmente, 40 empregos diretos no Estado.

A Ruag pretende iniciar a produção de munição de armas pequenas em Pernambuco gerando, no início, vendas totais de US$ 10 milhões por ano. Os produtos serão vendidos para forças policiais, empresas de segurança e atiradores de esportes licenciados em todo o país, seguindo as diretrizes estritas da legislação respectiva e um regime interno rigoroso quanto à conformidade e um código de conduta.

Fundada em 1995, a Ruag é uma empresa aeroespacial e de defesa que gerou uma receita total de US$ 1,8 bilhão com 8,7 mil funcionários espalhados em 2016 pela Suíça, Alemanha, Suécia, Finlândia, Áustria, Hungria, Austrália e Estados Unidos. O grupo, legalmente constituído no Brasil desde 2011, está ligado internacionalmente a vários parceiros tecnológicos, como a Airbus, Bombardier, Boing, KMW, Northrop Grumman, Rheinmetall, Saab e a European Space Agency (ESA).

 

Folha PE

IMG-20171215-WA0069
Na manhã de ontem (14), o Marco Zero de Caruaru sediou um evento de empreendedorismo local, que consistiu em um seminário de encerramento do ano de 2017 do Programa Território Vivo (SEBRAE). O programa se trata de um movimento não partidário, composto por municípios que integram a Rede Caruaru, que busca fortalecer o protagonismo da região. A secretaria de Cultura e Turismo, Desenvolvimento Econômico, e a Câmara de Dirigentes e Logistas, de Agrestina, estiveram representando o município.
Música, arte e cultura foram o mote do evento, atraindo a atenção de quem passava pelo local.  Os municípios de Agrestina, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama,  Surubim, Riacho das Almas e Brejo da Madre de Deus, apresentaram seus produtos gastronômicos, artesanais, agroindustriais, além de apresentações de grupos culturais. Na ocasião, a coordenadora do projeto, Tânia Zappata, ministrou uma palestra sobre empreendedorismo.

IMG-20171215-WA0068
A respeito da participação de Agrestina no projeto, o diretor de Cultura de Agrestina, Adeilson Soares, destaca que o município não poderia ficar de fora em virtude da força que representa hoje na região. “Agrestina hoje é uma das pioneiras na valorização da cultura de raiz”, disse.
Sobre o projeto:

IMG-20171215-WA0070
O Território Vivo busca promover a união de pessoas, ligadas ou não, a instituições públicas e privadas de dez municípios da região, Caruaru; Agrestina; Brejo da Madre de Deus; Cupira; Santa Cruz do Capibaribe; Surubim; Riacho das Almas; Taquaritinga do Norte; Toritama e Vertentes, que juntos participam da construção coletiva de uma agenda de trabalho e planejamento para melhoria de vida da população, através de cooperação, criatividade e diálogo com os diversos atores do desenvolvimento, buscando um caminho que resulte na capacidade de produzir empregos, cultura, educação e qualidade de vida para essas comunidades.

IMG-20171215-WA0071
Fotos: Adriano Monteiro/ Decom – PMA

IMG-20171215-WA0063

O ex-ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa será candidato a presidente da República pelo Partido Social Democrata (PSB). O assunto está sendo mantido em sigilo pelo próprio Barbosa e pelas lideranças políticas do partido, mas o Blog Revista TOTAL descobriu e está noticiando em absoluta primeira mão.
Conseguimos descobrir que a informação deverá ser anunciada na próxima semana, durante entrevista a ser concedida pelo ex-ministro Joaquim Barbosa e pelo presidente nacional do PSB Carlos Siqueira além de parlamentares federais.
O nome de Joaquim Barbosa vem sendo cogitado para disputar a próxima eleição presidencial há algum tempo e diversos líderes partidários mostraram interesse em tê-lo como candidato em 2018. Nas conversas com os jornalistas, Barbosa sempre tratou o assunto como pouco provável, mas continuou mantendo contatos com líderes de diversos partidos.
Nos últimos meses, seu nome passou a constar de algumas listas de pré-candidatos elaboradas pelos institutos de pesquisa de opinião pública, mas apesar de não ter alcançado grandes percentuais de intenção de voto, um aspecto chamou a atenção dos especialistas. É que o seu nome tem um percentual muito pequeno de rejeição, o que está sendo considerado como um aspecto muito importante no próximo pleito.
O jurista Joaquim Barbosa foi nomeado ministro do STF pelo então presidente Lula (PT) e entrou para a história como o primeiro homem negro a ocupar uma vaga na alta corte da Justiça brasileira. Também alcançou grande destaque no noticiário nacional por conta de posições fortes e polêmicas, abordando assuntos até então considerados impossíveis.
Outro ponto de relevância em seu período como ministro do STF foram as constantes discussões com o também ministro Gilmar Mendes. Barbosa chegou a acusar o colega de ser responsável pela péssima imagem que o Poder Judiciário tem junto ao povo brasileiro. Chegou a desafiá-lo a ir às ruas para sentir o clima e ouvir a opinião da população.

Fechar