IMG-20171215-WA0063

O ex-ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa será candidato a presidente da República pelo Partido Social Democrata (PSB). O assunto está sendo mantido em sigilo pelo próprio Barbosa e pelas lideranças políticas do partido, mas o Blog Revista TOTAL descobriu e está noticiando em absoluta primeira mão.
Conseguimos descobrir que a informação deverá ser anunciada na próxima semana, durante entrevista a ser concedida pelo ex-ministro Joaquim Barbosa e pelo presidente nacional do PSB Carlos Siqueira além de parlamentares federais.
O nome de Joaquim Barbosa vem sendo cogitado para disputar a próxima eleição presidencial há algum tempo e diversos líderes partidários mostraram interesse em tê-lo como candidato em 2018. Nas conversas com os jornalistas, Barbosa sempre tratou o assunto como pouco provável, mas continuou mantendo contatos com líderes de diversos partidos.
Nos últimos meses, seu nome passou a constar de algumas listas de pré-candidatos elaboradas pelos institutos de pesquisa de opinião pública, mas apesar de não ter alcançado grandes percentuais de intenção de voto, um aspecto chamou a atenção dos especialistas. É que o seu nome tem um percentual muito pequeno de rejeição, o que está sendo considerado como um aspecto muito importante no próximo pleito.
O jurista Joaquim Barbosa foi nomeado ministro do STF pelo então presidente Lula (PT) e entrou para a história como o primeiro homem negro a ocupar uma vaga na alta corte da Justiça brasileira. Também alcançou grande destaque no noticiário nacional por conta de posições fortes e polêmicas, abordando assuntos até então considerados impossíveis.
Outro ponto de relevância em seu período como ministro do STF foram as constantes discussões com o também ministro Gilmar Mendes. Barbosa chegou a acusar o colega de ser responsável pela péssima imagem que o Poder Judiciário tem junto ao povo brasileiro. Chegou a desafiá-lo a ir às ruas para sentir o clima e ouvir a opinião da população.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar