ea862cddcbbc329362ce5b2a428ab62d

Ainda na nota, o hospital afirma que a “situação neurológica da paciente é grave, apresentando distúrbios metabólicos”. Marcela está em coma e respirando com ajuda de aparelhos.

Cirurgia

Na noite dessa terça-feira (28), Marcela passou por uma cirurgia na cabeça. De acordo com familiares, o procedimento correu bem e os médicos estão otimistas quanto à recuperação da menina. Também segundo parentes, a criança sofreu paradas cardíacas durante a madrugada, mas retomou os sinais e permanece estável.

O acidente

A colisão ocorreu depois que João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, 25, que havia ingerido bebida alcoólica, conduziu em alta velocidade um Ford Fusion, avançou o sinal vermelho e atingiu o SUV Toyota RAV4 onde estavam as vítimas, no cruzamento da Avenida Rosa e Silva com a Rua Cônego Barata. O acusado, durante audiência de custódia, realizada nesta segunda-feira (27), afirmou que havia bebido desde as 13h no dia do acidente e não sabia precisar para onde estava indo.

Morreram no acidente a mãe de Marcela, Maria Emília Guimarães, de 39 anos, o irmão da garota, Miguel Neto, 3 anos, e a babá, Roseane Maria de Brito, 23 anos, que estava grávida de três meses. O pai das crianças, Miguel Filho Motta, 46 anos, soube da morte das vítimas nessa terça, após acordar. Ele também está internado no Hospital Santa Joana. Seu estado de saúde é considerado bom.
Motorista preso preventivamente

O jovem foi preso preventivamente e encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), no município de Abreu e Lima, Grande Recife. Segundo o promotor aposentado Antonio Victor de Araújo, amigo do pai de Emília há mais de 40 anos, a notícia da morte foi recebida por ele “com a resignação, evidentemente traumatizado, mais muito forte”.

JC Online

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar