Arquivos do mês outubro 2017

aedes_aegypti_during_blood_meal

Até a próxima sexta-feira (27.10), o Brasil estará vivenciando a Semana de Mobilização Contra o Aedes Aegypti. O Governo de Pernambuco incentiva que todos os municípios do Estado, no período, realizem ações para eliminar os focos do mosquito, além de atividades voltadas para a população, que também precisa estar engajada nessa luta. Foi criado um Comitê de Mobilização Social de Controle e Prevenção às Arboviroses, com o intuito de apresentar os dados atuais e chamar a atenção para que toda a sociedade intensifique as ações para eliminação dos criadouros do mosquito vetor durante esta semana de mobilização nacional.

Nesse ano, Pernambuco tem registrado uma queda nas notificações das arboviroses, quando é feita a comparação com os dados do mesmo período de 2016. Isso significa uma diminuição de 87,6% nas notificações de dengue, 93,2% de chikungunya e 94,1% de zika. Apesar disso, de acordo com o 5º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), que monitora a quantidade de imóveis com a presença de larvas do mosquito, 156 cidades (84,7% dos municípios pernambucanos) estão em situação de risco para transmissão elevada das doenças. A presença de larvas aumenta a possibilidade do surgimento de mosquitos e, consequentemente, da transmissão das enfermidades, o que reforça a importância de ações para eliminar os criadouros.

A gerente do Programa de Vigilância das Arboviroses da SES, Claudenice Pontes, mostrou otimismo com os resultados registrado. “Depois de vivenciarmos dois anos seguidos de epidemia das arboviroses, com a introdução de novos vírus no Estado e de novas doenças provocadas pelo mosquito, como a Síndrome Congênita do Zika/microcefalia, tivemos em 2017 uma redução significativa no número de casos de dengue, chikungunya e zika. Mas isso não significa que a batalha contra o Aedes aegypti está finalizada. Desde o início do ano, nosso levantamento do índice de infestação vem mostrando que ainda há muitas larvas do Aedes nas residências dos pernambucanos e um mosquito já é suficiente para infectar diversas pessoas. Precisamos, desde já, manter nossa rotina de eliminação dos possíveis criadouros, para evitar novas epidemias no verão que já se aproxima”.

Claudenice ressaltou que, durante esta semana, os municípios devem estar engajados em atividades de mobilização social para repassar informações de prevenção à população. ?Os entes públicos precisam realizar suas ações, mas sem o apoio da sociedade não vamos conseguir continuar diminuindo os índices de infestação do mosquito e consequentemente das arboviroses”.

Ela lembra que, em caso de necessidade de armazenamento de água, é preciso tapar todo o recipiente, para que ele não se transforme em um possível criadouro. “Também é importante manter a vigilância nos quintais e entornos da residência. ?Uma garrafa plástica, uma tampa e um pneu podem se transformar em ambientes ideais para a proliferação do Aedes aegypti. Precisamos fazer o descarte adequado desses recipientes e manter uma rotina de vigilância nas nossas casas para eliminar constantemente possíveis criadouros ou focos do mosquito”.

A gerente ainda disse que o Governo do Estado está à disposição de todos os municípios pernambucanos para prestar apoio técnico. A SES também encaminha para os municípios bombas costais, além de capas para vedação de recipientes para armazenamento de água. Além de fazer o monitoramento dos índices das cidades, é de responsabilidade do Estado, em caso de surto epidêmico, a realização do bloqueio de transmissão com a aplicação de inseticida por meio da nebulização espacial a frio (tratamento a UBV), utilizando equipamentos portáteis ou pesados.

 

Cuidados importantes para eliminar os focos dos mosquitos:

– Mantenha bem tampados caixas d?água, jarras, cisternas, poços ou qualquer outro reservatório de água.

– Mantenha as lixeiras tampadas e secas. Nunca jogue lixo em terrenos baldios.

–  Coloque no lixo todo objeto que possa acumular água. O lixo deve ser colocado em sacos plásticos bem fechados.

– Lave os bebedouros de animais com uma bucha pelo menos uma vez por semana e troque a água todos os dias.

– Cubra e guarde os pneus em locais secos, protegidos das chuvas.

– Guarde as garrafas secas de cabeça para baixo e não deixe no quintal objetos que acumulem água.

– Encha os pratinhos de plantas com areia.

– Retire a água acumulada sobre a laje.

– Mantenha as calhas d?água limpas.

 

IMG-20171023-WA0133

A 3ª edição da Feira de Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira, que aconteceu no Centro da cidade, bateu recorde de público. Depois da abertura inicial, o prefeito do município, José Patriota, o diretor de Negócios da Agência de Fomento do Estado de Pernambuco (AGEFEPE), Alberto Galvão, e a superintendente de Micro e Pequena Empresa, Annaflora Simões, realizaram a assinatura da concessão de seis linhas de crédito para empreendedores da região.

Entre os beneficiados, estão empreendedores de diversas áreas como avicultura, comércio, prestação de serviços, beleza e construção civil.  Uma das beneficiadas de um crédito de R$ 3 mil, Joyce Maria Barbosa  afirmou que com esse dinheiro pretende investir em um negócio de venda de roupas íntimas femininas e bijuterias e maquiagem. “Farei a venda porta-a-porta e vou expor na loja de almofadas da minha mãe. Esse dinheiro vai ajudar toda a minha família. Futuramente, pretendo ter o meu próprio local”.

Além dos seis contemplados na noite de abertura, os técnicos da AGEFEPE prestaram atendimento a dezenas de pequenos negociantes e empreendedores que solicitaram apoio creditício. A Agência disponibilizou uma equipe de negócios para orientação, coleta de documentos e contratação de propostas de crédito.

O evento foi realizado pela Prefeitura Municipal e o Sebrae, com o apoio do CDL/Afogados, SESC, SENAC e AD-Diper.

FOTO: Cláudio Gomes/Afogados da Ingazeira

IMG-20171023-WA0132

As primeiras tubulações da Adutora do Agreste, a maior obra hídrica em execução no País, começam a atender a população. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) iniciou a fase de testes do Lote 4 do empreendimento, que vai permitir levar água de Caruaru para abastecer Toritama, no Agreste Setentrional, uma das regiões mais castigadas com a seca prolongada em Pernambuco. A antecipação do uso das tubulações já assentadas da Adutora do Agreste para socorrer a cidade de Toritama, importante polo têxtil e de desenvolvimento da região, foi uma determinação do governador Paulo Câmara. Nos próximos 15 dias, será realizado o enchimento das tubulações com água do Sistema Prata/Pirangi para se fazer os ajustes e correções necessários nesse trecho da adutora, com 13 quilômetros de extensão, ao longo da BR-104.

A expectativa é que os testes sejam concluídos até o início do próximo mês de novembro. “Durante o período de testes, podemos identificar possíveis problemas operacionais e providenciar os reparos necessários, antes que o sistema passe a funcionar de forma definitiva, beneficiando a população tão sacrificada com os efeitos da estiagem prolongada”, explicou o diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, adiantando que o início da operação do sistema vai beneficiar cerca de 50 mil toritamenses.

O Lote 4 da Adutora do Agreste já está 75% finalizado e também vai atender a cidade de Santa Cruz do Capibaribe. Atualmente, estão em execução sete lotes do empreendimento no Estado com a atuação de 15 frentes de trabalho simultâneas, em função da irregularidade dos repasses pelo Governo Federal. No mês de setembro, a Adutora do Agreste contava com 20 frentes de trabalho, e no pico da obra, neste ano, chegou a 35. “O andamento dessa obra depende dos recursos federais. Do início do ano até agora, recebemos apenas R$ 67,6 milhões. No entanto, a nossa expectativa era de R$ 360 milhões, no ano de 2017″, explicou Rômulo Aurélio.

Até o momento, já foram implantados 400 quilômetros de tubulações da Adutora do Agreste, principal obra complementar em Pernambuco projetada para receber água da Transposição do Rio São Francisco. A obra representa a solução definitiva para que o abastecimento de água de 2 milhões de pessoas em 68 municípios da região não dependa mais de eventos climáticos. O Agreste é a região com o pior balanço hídrico do Brasil, ou seja, apresenta o menor índice de disponibilidade de água por habitante. A primeira etapa, já licitada, da Adutora do Agreste foi iniciada no ano de 2013 e corresponde ao conjunto de obras para beneficiar 23 municípios. A segunda etapa do projeto ainda não foi conveniada e atenderá os outros 45 municípios da região.

 

O governador Paulo Câmara (PSB) está nas cidades de Arcoverde e Sertânia, no Sertão do Moxotó, para entregar ações e vistoriar obras nas áreas de segurança, educação, recursos hídricos e transportes. O chefe do Executivo estadual irá inaugurar o prédio definitivo do Campus da Universidade de Pernambuco (UPE) de Arcoverde. O empreendimento, cujo investimento total foi de R$ 6.195.413,82, está instalado em uma área de 20 mil metros quadrados e beneficiará a população de diversos municípios da região.

O novo prédio irá dispor, entre outras dependências, de 20 salas de aula, um laboratório de informática, quatro de odontologia, 12 consultórios odontológicos, uma sala de radiologia, outra de vídeo-conferência, nove salas administrativas e uma biblioteca. Ainda no âmbito da Educação, Paulo irá lançar o edital de licitação para realização de Concurso Público de Provas e Títulos para Docente (CPD) para professores na categoria de Professor Auxiliar, Professor Assistente e Professor Adjunto, do quadro efetivo de Pessoal da UPE. Ao todo, serão 108 vagas para atuar nos cursos de Educação Superior, em níveis de graduação e pós-graduação.

Ainda em Arcoverde, Paulo aproveitará a ocasião para oficializar a renovação da frota do 3º Batalhão da Polícia Militar de Arcoverde, com a entrega de 26 viaturas este ano. O 3º BPM atua nos municípios de Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Itaíba, Manari, Pedra, Sertânia, Tupanatinga e Venturosa, formando a Área Integrada de Segurança 19 (AIS-19). Em seguida, o governador realizará visitas à Escola Noé Nunes Ferraz, onde entregará uma quadra coberta, e às obras da Estação Elevatória da Adutora do Moxotó.

À tarde, no município de Sertânia, o governador irá vistoriar as obras da Estação de Captação da Adutora do Moxotó. Na sequência, irá inaugurar o Contorno Viário de Sertânia, localizado no trecho da divisa entre Pernambuco e Paraíba (Pernambuquinho Km-0) e a Rodovia Luiz Gonzaga (BR-232), em Cruzeiro do Nordeste, nos segmentos Km 61,4 – Km 68,9. A nova via, cuja extensão é de 7,5 quilômetros, foi realizada pelo Governo de Pernambuco, através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), e será de grande importância para Sertânia, pois evitará que dois mil caminhões circulem mensalmente pelo centro urbano da cidade. Ao todo, serão beneficiadas diretamente mais de 35 mil pessoas.
Antes das inaugurações e visitas, o governador Paulo Câmara concedeu entrevista coletiva, no aeroporto Airon Rios, em Arcoverde, quando falou sobre a relevância das obras entregues e das que estão em andamento para o desenvolvimento da região. Também abordou assuntos políticos e econômicos nacionais de grande importância para Pernambuco, como a defesa que vem fazendo da continuidade das obras de transposição do Rio São Francisco, da manutenção das atribuições da Hemobras e da necessidade da proibição de isenção de impostos para importação de navios, o que vai inviabilizar a continuação das atividades do Estaleiro Atlântico Sul, em Suape.
“Vamos continuar lutando para que tudo que conquistamos com muito esforço e competência, permaneçam em atividade”, concluiu o governador.

IMG-20171021-WA0091

Trinta e cinco representantes de países árabe-africanos foram informados das potencialidades do Estado de Pernambuco, durante encontro no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, com o governador Paulo Câmara (PSB), organizado pelo Governo do Estado, Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e Itamaraty.
Visando oportunidades de integração, parceria e de fortalecimento das relações comerciais entre Pernambuco, África e Arábia, o governador Paulo Câmara fez um relato sobre as diversas áreas econômicas do Estado, como serviços, turismo, educação e as áreas portuárias e aeroportuárias.
Paulo Câmara mostrou otimismo com o resultado. “Pernambuco foi o primeiro estado a receber uma delegação tão grande como essa, e isso nos dá a oportunidade de fazer uma integração com os povos árabes e africanos. Mostramos nossos potenciais em áreas como a de serviços, como os polos de informática e médico, e o que estamos fazendo na área de gestão, educação e turismo. Então, com certeza, a partir dessa visita, sairão protocolos e parcerias, pois queremos, cada vez mais, estreitar as relações comerciais com o povo árabe e com o africano”.

Os embaixadores conhecerão o Porto de Suape e o Estaleiro Atlântico Sul. O chefe do Executivo estadual ressaltou que será uma oportunidade importante para que conheçam em detalhes, a forma de Pernambuco fazer negócios. “Eles vão conhecer os estaleiros, o que pode gerar negócios, como encomenda e compra de navios. Ao mesmo tempo, vão conhecer Suape, que é uma grande porta de entrada para quem quer vender e comprar mercadorias em Pernambuco”.

O embaixador do Estado da Palestina e Decano do Conselho dos Embaixadores Árabes, Ibrahim Alzeben, afirmou que, diante do que foi explanado pelo governador Paulo Câmara, saiu da reunião com expectativas positivas, tendo encontrado bastante pontos de interesse em Pernambuco. “A vinda a Pernambuco pode render bons frutos. Esse Estado tem muitas potencialidades, seja no agronegócio, na tecnologia e, fundamentalmente, no transporte marítimo, porque o Recife (Pernambuco) é o ponto mais próximo à África e ao mundo Árabe”.

De acordo com o presidente da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Rubens Hannun, a movimentação comercial entre o Brasil e a Arábia é de cerca de US$ 450 milhões por ano. “O potencial de crescimento entre esses países é muito alto, mas não dá para calcular quanto de imediato porque esse estreitamento de relacionamento vai aumentando os negócios, a médio e longo prazo”.
Ele destacou que, após o encontro, os laços comerciais de Pernambuco com os países árabe-africanos deverão crescer bastante. “Nós já começamos a ver, inclusive, alguns acordos para intercâmbio de alunos e de universitários, o que aumenta a relação comercial entre as partes”.

O embaixador da Angola, Nelson Manuel Cosme, destacou que a escolha para que Pernambuco fosse o primeiro estado a ser visitado por toda a delegação foi muito feliz e registrou que o encontro foi “extremamente produtivo” e que em breve, dará resultados muito bons. “Valeu a pena visitarmos Pernambuco porque encontramos janelas de oportunidades e setores que podem, realmente, ter valor agregado na cooperação com a África e com os Países Árabes”.

Entre as áreas que mais chamaram a atenção do representante africano está a Educação. O destaque se deu após a explanação do governador Paulo Câmara sobre o desenvolvimento do setor no Estado ao longo de um trabalho de dez anos, resultando na melhor educação pública do Brasil, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).
“Para nós, foi importante saber que vocês têm um sistema educacional de referência. Então, nós gostaríamos de partilhar, de ver como é que Pernambuco conheceu esse milagre, saindo das últimas colocações para primeiro lugar e com níveis equiparados entre o setor público e o setor privado”, ressaltou o embaixador da Angola.

Também estiveram presentes à reunião, o secretário Márcio Stefanni, dePlanejamento e Gestão, Antonio Carlos Figueira, da Assessoria Especial, e o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira (PCdoB).

Fotos: Roberto Pereira/SEI

DSC_1039

Até o dia próximo 21 (sábado), está sendo realizada em Afogados da Ingazeira, a III Feira de Empreendedorismo de Afogados da Ingazeira, que está movimentando a cidade e todo o Sertão do Pajeú. O evento é realizado pela Prefeitura Municipal e pelo Sebrae, contando com o apoio do CDL/Afogados, SESC, SENAC e AD-Diper, além da Agência de Fomento de Pernambuco (Agefepe), vinculada à Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (Sempetq).

Durante o evento, que acontece na Praça Alfredo de Arruda Câmara, no Centro, empreendedores de diversos ramos e visitantes serão orientados sobre as diversas linhas de financiamento disponíveis para capital de giro, investimento fixo e microcrédito, destinadas aos segmentos da indústria, comércio e prestação de serviços localizadas em Pernambuco.

A expectativa dos técnicos é de que seja possível atender a todos os empreendedores que solicitarem o apoio creditício à Agefepe durante o próprio evento. Para que isso seja possível, a Agência estadual estará disponibilizando uma equipe de negócios para orientação, coleta de documentos e, principalmente, contratação de propostas de crédito.

A expectativa dos organizadores é da participação de aproximadamente 70 expositores.
Programação:
Hoje

16 horas –  Cerimônia de tombamento do prédio do Museu do Rádio, próximo à Igreja de São Francisco, como patrimônio histórico e cultural de Afogados da Ingazeira.

18 horas – Noite de autógrafos

Gabriel, o que você vai ser quando crescer? – Autores: Gabriel Fonseca e Wiviane Fonseca

Olhos do Abismo – Autor: Antônio dos Anjos, Viola

Coletânea das flores poetisas do Pajeú – Organizadoras: Bruna Tavares e Dayane Rocha

Eu, meus eus e o Sertão – Autor: Wellington Rocha

Exposição de artistas plásticos e artesãos Afogadenses

21 horas – Show de Jessier Quirino
Amanhã

18 horas – Academia Treino Fitness – Aulão de ritmos

19 horas – Apresentações do grupo de capoeira cordão de ouro cangaço, Karatê Sochinkan e Jiu-Jitsu Chykão Team.

21 horas – Mesa de Glosa com os poetas Dedé Monteiro, Diomedes Mariano, Elenilda Amaral, George Alves (Carocha), Gonga Monteiro e Paulo Matricó.

Exposição de artistas plásticos e artesãos Afogadenses
Sábado
18 horas – Noite de Autógrafos

Memórias Afetivas

Marias a avó contou. A neta escreve – Maria de Fátima Brasileiro Lyra
19 horas – Apresentação do Reisado da comunidade rural do Santo Antônio ll, de Afogados da Ingazeira

19:30 horas – Desfile da grife Moda Matuta, ao som da banda de pífano do Santo Antônio ll

20:30 horas – Cerimônia de Encerramento

21:30 horas – Apresentação de Júnior & Emanuel.

construcap2

O Estaleiro Atlântico Sul foi instalado no Complexo Portuário e Industrial de Suape, com incentivos do Governo Federal, com o objetivo de incentivar a indústria naval brasileira. O então presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) era um grande defensor da ideia por entender que o Brasil tinha condição de se livrar da grande evasão de divisas que representava a compra das embarcações no Exterior. Para manter as empresas, determinou que a Petrobras assumisse o compromisso de adquirir os petroleiros.

Agora, o presidente Michel Temer assinou a Medida Provisória 795, que prejudica seriamente a empresa pernambucana, pois isenta do pagamento de impostos as compras internacionais das embarcações destinadas à navegação de cabotagem e à navegação entre os portos brasileiros. Para evitar o enorme prejuízo que a MP traz para Pernambuco, o senador Fernando Bezerra Coelho (PTB) apresentou uma emenda proibindo a isenção de impostos para as importações.

A proposta de FBC inclui no artigo 5º da MP, a proibição do dispositivo o que garante a demanda da Petrobras seja feita aos estaleiros brasileiro.

O governador Paulo Câmara (PSB) reuniu-se com o deputado federal pernambucano Fernando Monteiro e negociaram com o deputado Júlio Lopes, relator da Comissão Mista que analisa a MP 795, a aprovação do parágrafo  que proíbe a isenção de impostos na  importação de embarcações destinadas à navegação de cabotagem e à navegação interior de percurso nacional.

Paulo e o vice-governador Raul Henry (PMDB) vem se reunindo, periodicamente,  com os executivos dos estaleiros instalados no Estado, e eles mostraram a preocupação com o texto original da MP 795, que implicaria no fechamento dos estaleiros e na demissão de milhares de qualificados trabalhadores pernambucanos. “Levei essa questão e a sugestão de alteração do texto, sugerida pelo setor, para Fernando que explicou ao relator o impacto dessas mudanças”, disse Paulo.

Fernando Monteiro passou a terça-feira em reuniões com o relator Julio Lopes, que, ao ler o seu parecer, disse: “Fernando Monteiro defendeu a indústria naval brasileira”. “Assim como o governador  Paulo Câmara, estou muito preocupado com o futuro da indústria naval de Pernambuco. Teremos impacto não só econômico mas também social com a desativação de milhares de postos de trabalho”, disse Fernando.

“Uma etapa foi vencida, mas precisamos continuar vigilantes para que essa mudança seja aprovada pela comissão mista. Só assim vamos assegurar os empregos e a renda gerada por nosso polo naval. Pernambuco investiu muito para criar a infraestrutra necessária a esses empreendimentos.  Formamos também uma mão de obra altamente qualificada. Por tudo isso,  é fundamental que a bancada federal pernambucana acompanhe de perto essa tramitação. Não podemos ter surpresas”, alertou o governador pernambucano.

A MP 795 pretende desonerar  tributos das atividades de exploração e produção de petróleo e de gás natural exercidas por empresas no Brasil. No entanto, a Receita Federal, por meio de Instrução Normativa (NI nº 1.143), estendeu essa desoneração a outras áreas, incluindo  atividades de transporte, como a de cabotagem, que não integra atividades de exploração e produção. Segundo o setor naval, a isenção de tributos para importação de embarcação para navegação de cabotagem significará  o fim da indústria naval brasileira. A frota brasileira passará a ser construída na Coreia, China e Japão.

Segundo Fernando Monteiro, as consequências dessa isenção são reais e desastrosas para toda a indústria naval, mas em especial para Pernambuco.   “Seria o  fim  do Polo Naval de Pernambuco e isso  traria impacto diretamente nas cidades de Ipojuca, Jaboatão, Cabo de Santo Agostinho, Salgueiro e Garanhuns, com perda de empregos  e de investimentos em infraestrutura. Trata-se de emprego, de sustento de famílias e do desenvolvimento de Pernambuco”, afirmou o deputado.

IMG-20171019-WA0019

Foram anunciados os nomes dos cinco escritores que conquistaram o V Prêmio Pernambuco de Literatura, que agora passará a se chamar Hermilo Borba Filho de Literatura, em homenagem ao centenário de nascimento do escritor. O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara (PSB), em solenidade no Palácio do Campo das Princesas.

Paulo Câmara disse que a premiação tem o objetivo de promover o fomento da produção literária em todas as macrorregiões de Pernambuco e a democratização do acesso ao livro e à leitura. Ele disse que o nome do escritor é o reconhecimento da importância de Hermilo para a cultura de nosso Estado.

A nova denominação veio junto com outras novidades que serão implementadas na próxima edição, como o aumento nos valores pecuniários e ampliação do quadro de contemplados. “O Prêmio Hermilo Borba Filho é, sem dúvida, um importante pilar na estruturação da política que vem sendo desenvolvida para um setor tão fundamental como a cultura. O nosso governo continuará fazendo tudo o que for possível no sentido de valorizar e apoiar as boas iniciativas comprometidas com a literatura e com todos e todas que, de alguma forma, ajudam a construir esse rico cenário”, afirmou o governador.

Sobre a modificação no nome do prêmio, Paulo afirmou que considera uma homenagem mais do que justa à memória do intelectual pernambucano. “Além disso, a honraria representa um verdadeiro incentivo para que as novas gerações conheçam o seu trabalho e sua inestimável contribuição para a cultura de Pernambuco e do Brasil. Sinto-me confiante ao vislumbrar que esse gesto poderá contribuir, em larga medida, para a transmissão e o cultivo do saber cultural entre gerações”, completou.

PREMIADOS – Foram cinco os escritores pernambucanos agraciados com o prêmio: Ezter Liu, que representa o Agreste, recebeu o Grande Prêmio, com o livro de contos “Das Tripas Coração”, levando a premiação de R$ 15 mil, Walter Cavalcanti Costa, da Mata Norte, venceu com o romance “O Velocista”, Fred Cajú, do Recife, foi contemplado pelo livro de poemas “Nada Consta”, Enoo Miranda, de Nazaré da Mata, levou o prêmio pelo livro de poemas “Fogo fato”, e Amâncio Siqueira, de Garanhuns, venceu com o romance “Absinto”. Estes últimos receberão a premiação no valor de R$ 5 mil. Os autores terão suas obras inéditas editadas pela Companhia Editora de Pernambuco (CEPE).

O secretário de Cultura, Marcelino Granja, ressaltou a atitude do governador Paulo Câmara de, em um momento de crise como a que o País passa, aumentar as verbas para incentivar a cultura como  um ato de coragem política. “Esse gesto é de quem tem o tino para criar instrumentos de mais acesso e democratização da cultura. Além disso, por meio do decreto assinado, o governador deixa marcado o crescimento da política cultural de Pernambuco”.

Sobre a VI edição do prêmio, a ser realizada em 2018, o secretário explicou que a premiação passará de R$ 40 mil para R$ 90 mil. “Agora, iremos premiar também os segundos lugares. Um robustecimento dessa honraria, que, agora, terá no nome a grandeza de Hermilo, uma referência como escritor que marca as artes e a cultura pernambucana”, acrescentou. Serão concedidas premiações de R$ 20 mil para o grande vencedor, cinco prêmios de R$ 10 mil para os primeiros colocados nas quatro macrorregiões do estado e quatro prêmios de R$ 5 mil para os segundos colocados nas quatro Macrorregiões do Estado, conforme estipulado no Edital da seleção pública.

O gestor do Centro Apolo-Hermilo, Carlos Carvalho, agradeceu e ressaltou que o gesto do governador Paulo Câmara de denominar o prêmio Hermilo Borba Filho, no ano do centenário de seu nascimento, marca a história de Pernambuco. “Não basta ser humano ou nascer humano. Temos que nos tornar humanos e, para nos tornarmos humanos, uma das armas da civilização é a arte. E quando o governador institui o prêmio Hermilo Borba  Filho, ele faz esse gesto para a história. A cultura de Pernambuco agradece”.

Também prestigiaram o evento os secretários Márcio Stefanni, de Planejamento e Gestão, Nilton Mota, da Casa Civil, Roberto Franca, do Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Antonio Figueira, da Assessoria Especial, João Campos, chefe de Gabinete, Ruy Bezerra, da Controladoria Geral, o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira (PCdoB), representando o prefeito Geraldo Julio (PSB), a presidente da FUNDARPE, Márcia Souto, o presidente em exercício da CEPE, Ricardo Melo; a presidente da Academia Pernambucana de Letras, Margarida Cantarelli, o reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), professor Pedro Falcão, e os deputados estaduais Eduíno Brito e João Eudes.

Fotos: Roberto Pereira/SEI

doacao-sangue-divulgacao-tvtribuna

O Governo de Pernambuco, por meio da Fundação Hemope, convoca os cidadãos pernambucanos para comparecerem aos Hemocentros do Estado para fazerem doações de sangue. A unidade vem registrando queda nos registros de doadores, principalmente, quando há feriados prolongados e datas comemorativas durante o mês.

“Infelizmente, o estoque do Hemope está crítico e necessitando de uma resposta rápida da população para atender à comunidade e, neste momento, todos os tipos sanguíneos são importantes. Feriados longos são prejudiciais nesse sentido porque o doador viaja e isso impede que ele faça sua doação regular. Estamos registrando uma queda crescente, a cada mês, desde agosto, de 20% nas coletas, gerando um déficit 30% nos atendimentos às unidades de saúde”, comenta a gerente da unidade Hemocentro Recife, Ana Sena.

O Hemope fornece hemocomponentes para os hospitais da rede pública, garantindo o atendimento aos pacientes que estão com sangramentos, em tratamento quimioterápico e para realização de cirurgias e transplantes. O doador pode ir ao Hemope de segunda a sábado, das 7h15 às 18h30, inclusive nos feriados. Também é possível agendar a doação ligando para o 0800-081-1535.

Os candidatos a doação podem comparecer ao Hemope. Jovens que tenham 16 anos completos devem estar acompanhados de responsável legal e a idade máxima é de 69 anos, desde que não seja primeira doação. É obrigatória em todas as doações a apresentação de um documento oficial do Brasil, com foto. A ação dura, em média, 50 minutos.

Além do hemocentro do Recife, localizado no bairro do Derby, os interessados podem realizar a doação também em unidades em Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Ouricuri e Serra Talhada.

HEMOPE – LOCAIS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO:

Hemocentro Coordenador RecifeDe segunda-feira a sábado, das 07:15 às 18:30 h, inclusive nos feriados.Hemocentro Regional Caruaru Caruaru DeDe 2ª. a 5ª. ? das 07:30 às 12:00 h e das 13:30 às 17:00 h – às 6ªs. ? das 07:30 às 12:00 h.Hemocentro Regional GaranhunsDe 2ª. a 5ª. ? das 13:30 às 17:00 h.

Núcleo de Hemoterapia Regional Arcoverde

Às 2ªs., 4ªs., 5ªs. e 6ªs. das 09:00 às 11:30 h.Núcleo de Hemoterapia Regional SalgueiroDe 2ª. a 6ª. das 08:00 às 12:00 h.Hemocentro Regional PetrolinaDe 2ª. a 6ª.  das 08:00 às 12:00 h.Hemocentro Regional OuricuriDe 2ªs. às 6ªs. de 7:00 às 9:30h.
Hemocentro Regional Serra TalhadaÀs 2ªs., 4ªs., 5ªs. e 6ªs.  das 07:00 às 09:00 h.

Às 3ªs.  das 07:00 às 11:00 h.

IMG-20171018-WA0149

O prefeito de Camaragibe Meira (PTB), o chefe de gabinete, Miguel Campello, e o secretário de governo, Gustavo Matos, participaram, em Brasília – DF, de uma série de reuniões para buscar recursos para o município.

Hoje (18) pela manhã, o grupo participou de reunião com o ministro da educação, Mendonça Filho, para apresentação de projetos voltados para reforma das escolas, construção de creches e transporte escolar.

IMG-20171018-WA0147

Além do encontro com o ministro, houve visita à Confederação Nacional de Municípios (CNM), e aos deputados Cadoca, Betinho Gomes, Wolney Queiroz e Marinaldo Rosendo.

Fechar