download (20)   O PSB começou a trabalhar para elaborar suas prioridades com o objetivo de eleger uma quantidade maior de deputados federais e estaduais maior do que a obtida no pleito passado. A legenda, embora não tenha mais a liderança do ex-governador Eduardo Campos, espera crescer e se consolidar como a maior força política do Estado.
As lideranças socialistas acreditam que vão eleger sete federais, mas que pode chegar a dez, caso o governador Paulo Câmara apareça como líder nas primeiras pesquisas eleitorais. Também fazem muita fé no desempenho de João Campos, que, como filho de Eduardo Campos e neto de Miguel Arraes, deverá ser o puxador de votos da legenda. Além do jovem João, também deverão ser muito bem votados Felipe Carreras, que vem tendo grande desempenho como secretário de Turismo, o deputado federal Tadeu Alencar e Danilo Cabral.
Na disputa por vagas na Assembleia Legislativa, os socialistas esperam ampliar o número de parlamentares estaduais. Entre os mais votados, eles já contam com as eleições de Sileno Guedes, que tem grande influência na Região Metropolitana, o secretário da Agricultura Nilton Mota, com muito apoio dos setores rurais, Aglaílson Victor, que deverá liderar as votações na Zona da Mata, e João Suassuna.
Como vem fazendo há dez anos, a Revista TOTAL já começou a fazer o levantamento para divulgação das previsões dos eleitos, tanto na disputa majoritária quanto proporcional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar