download (13)Como vem fazendo há doze anos, a Revista TOTAL e o Blog Revista TOTAL vão antecipar para seus leitores, o nome do vencedor das eleições que acontecerão em outubro de 2018. O levantamento feito pela equipe da TOTAL é esperado com ansiedade pelos meios políticos, jornalísticos e empresariais, porque é feito com muito critério, o que faz com que a previsão tenha se concretizado em nada menos de 95 por cento, como comprovam nossos arquivos.

            A equipe de repórteres da TOTAL já começou a fazer o levantamento que será anunciado em breve, como garantiu o diretor presidente Marcelo Mesquita. Segundo ele, o levantamento dos apoios que os prováveis candidatos já conseguiram garantir nos municípios de todas as regiões já está sendo feito.

            O que a TOTAL realiza e divulga não é o mesmo que é feito pelos Institutos de Pesquisa de Opinião Pública. Nossa publicação faz um levantamento minucioso dos apoios que os candidatos conseguiram garantir em todos os pontos.

            Por exemplo: nas eleições para governador do Estado, fazemos a contagem dos votos que podem representar os partidos que compõem a coligação partidária, os votos dos candidatos à Câmara Federal e ao Senado, além dos candidatos a deputado estadual. Também procuramos descobrir os apoios declarados dos prefeitos e presidentes das Câmaras Municipais e também ex-prefeitos e principais lideranças políticas dos municípios.

            Na área fora da política, verificamos os apoios que os candidatos receberam das lideranças empresariais, religiosas e comunitárias. São computados os apoios de entidades relevantes como Associações Comerciais, Industriais e de Produção Rural. Outro ramo que tem grande peso na avaliação é a definição de Associações Comunitárias e de Bairros, além de entidades esportivas importantes das cidades.

            Marcelo Mesquita lembra que nos últimos dez anos, a TOTAL vem acertando mais de 95 por cento de suas avaliações. “A primeira delas ocorreu quando previu a vitória de Eduardo Campos (PSB), no período em que os institutos de pesquisa o apontavam com apenas 3% de intenção de votos”.

“Depois, acertamos na reeleição de Eduardo, na eleição de Geraldo Julio (PSB), quando ele era um simples desconhecido do eleitorado, previmos também as vitórias de Aglaílson Junior (PSB), em Vitória de Santo Antão, José Queiroz (PDT) e Raquel Lyra, em Caruaru, de Anderson Ferreira (PSC) em Jaboatão dos Guararapes, de Miguel Coelho (PSB) em Petrolina e tantas outras. É por isso que nossas previsões são aguardadas com tanto interesse pelo mundo político pernambucano”, concluiu o dirigente da TOTAL.

2 Comentários

  1. Quero parabenizar a Revista Total,pois suas Pprevisões Políticas tem sido muito,mais muito bem sucedidas desde suas primeiras publicações.
    Isto é Inclivel,acerta todas
    .

  2. Prezado sr. Lívio Cavalcanti
    Agradecemos os seus comentários elogiosos sobre o trabalho que estamos realizando há mais de dez anos e que vem alcançando êxito, por conta da seriedade e do enorme esforço feito pela nossa equipe. Esperamos contar com o respeito e o o apoio de todos os pernambucanos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar