paulo-camara-pernambuco_rep_facebook_1280x720Os analistas políticos consideram excelente a administração do governador Paulo Câmara (PSB), no entanto os últimos levantamentos efetuados pelos institutos de pesquisa não indicam o mesmo. Os especialistas apontam a falta de uma divulgação eficiente de sua gestão como a causa principal desse desgaste da imagem do governador perante a população.

            As análises apontam os problemas na área da segurança pública como o “Calcanhar de Aquiles” da gestão. Os diversos casos de arrombamentos de agências bancárias nas cidades do Interior e os assaltos a ônibus na Região Metropolitana estão puxando para baixo a popularidade de Paulo. Os protestos dos policiais militares também vêm tendo muita influência.

            Apesar desses problemas, o setor de Segurança Pública vem sendo bastante beneficiado, tendo recebido muitos recursos para que o Pacto pela Vida, implantado na gestão de Eduardo Campos (PSB), voltasse a ter as mesmas reduções nos índices de criminalidade registrados em oito anos.

            SEGURANÇA PÚBLICA – No ano de 2015, o governador Paulo Câmara autorizou a convocação de 1.100 policiais militares e determinou a realização de novo concurso, o que vai fazer com que mais 1.500, que estão em formação, estejam realizando policiamento ostensivo ainda no primeiro semestre desse ano.

            No ano passado, adquiriu nada menos de 500 viaturas para o patrulhamento das ruas pela PMPE e comprou outras 1.000 que serão entregues ainda esse ano, o que vai ampliar as ações na área de prevenção.

            Ainda na reestruturação da PMPE, implantou o 25º Batalhão da PM, que realiza o policiamento ostensivo nos municípios de Jaboatão dos Guararapes e Moreno, e reativou a ROCROP, sistema de policiamento especializado no combate a assaltos a bancos, o que possibilitou a redução em 33 por cento na quantidade desse tipo de crime.

            Para combater os crimes de homicídios, motivados principalmente pelo tráfico e consumo de drogas, reforço o contingente da Polícia Civil, com a nomeação de 100 delegados e 500 agentes, que foram aprovados em concurso público realizado no ano passado.

            Determinou que o Grupo de Operações Especiais (GOE) da PC passasse a atuar juntamente com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) no trabalho de investigação de assassinatos, principalmente os praticados por grupos de extermínio. Também criou a Divisão de Homicídios/Sul reforçando o trabalho de inteligência, o que aumentou a descoberta das identidades dos criminosos. Atualmente, mais oito equipes estão trabalhando nas investigações policiais.

            Para diminuir a quantidade de mortes no trânsito, ampliou o sistema de policiamento, através da ampliação das equipes da Operação Lei Seca, o que reduziu em 6 por cento o número de acidentes de trânsito. Também criou o CEPAM Regional para diminuir os casos de acidentes com motocicletas, reduzindo-os em oito das doze regiões.

            EQUILÍBRIO – Para poder administrar o Estado em plena crise financeira nacional e convivendo com seis anos de falta de chuvas no Estado, Paulo Câmara logo em seu primeiro ano de governo, cortou nada menos de R$ 1 bilhão em despesas de custeio. Reduziu os cargos comissionados que hoje, representam apenas 1% da folha de pagamento.

            Por conta dessas providências que permitiram o equilíbrio das contas públicas, Pernambuco foi o único Estado da Federação a conseguir autorização para contrair empréstimos de R$ 600 milhões para concretizar projetos de obras estruturadoras.

            Essa saúde financeira deu condições ao Estado de ter pago rigorosamente em dia os salários dos servidores públicos, enquanto Estados de maior condição econômica, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, ainda não pagaram o 13º salário. Outros dez Estados, incluindo Sergipe e Rio Grande do Norte, estão com salários atrasados ou pagando-os em parcelas.

            SAÚDE – A área de Saúde vem sendo beneficiada com a construção e melhorias das condições de funcionamento dos hospitais estaduais. Na construção do Hospital da Mulher do Recife, o Governo do Estado investiu R$ 38 milhões e na construção da UPA, no bairro do Arruda, foram gastos R$ 7 milhões.

            Para a entrega de 17 obras estruturais em diversas unidades de saúde espalhadas pelo Estado, Paulo Câmara determinou investimentos na ordem de R$ 68 milhões.

            Foram feitos investimentos para qualificação do Setor de Pediatria do Hospital da Restauração, de duas UTIs do Hospital Getúlio Vargas, da UTI Pediátrica do Hospital Otávio de Freitas, da emergência do Hospital Regional de Goiana e da emergência, da maternidade e do ambulatório do Regional de Arcoverde.

            Obras de importância e pessoal especializado transformaram o Hospital Agamenon Magalhães, no Recife, em referência no Norte e Nordeste para o parto humanizado.

            Durante o ano de 2015, foram atendidos através do SUS, cerca de 65 milhões de pacientes, enquanto no ano passado, foram atendidos 67 milhões de pessoas. As ações possibilitaram ainda o aumento de 150% no número de atendimentos em ambulatórios regulados.

            Para que esses procedimentos fossem realizados, nos últimos quatro anos, foram chamados para o trabalho mais de 4,4 mil servidores da área. Também aumentou em 50 por cento o número de vagas de Residência Médica e Multiprofissional, além de interiorizar o ensino médico.

            Regularizou a entrega de 193 tipos de medicamentos que estavam em falta nas farmácias estaduais.

            A melhoria no sistema de controle dos gastos fez com que o custeio da saúde no Estado tivesse uma redução de 6 por cento e a otimização dos serviços fez com que os atendimentos crescessem em 16% em relação a 2014.

            INTERIORIZAÇÃO – Além de interiorizar o ensino com a implantação de faculdades de Medicina, o governador instalou o Projeto Telesaúde, com investimentos na ordem de R$ 6 milhões, o qual tem facilitado a chegada de informações rápidas e precisas permitindo a melhoria dos procedimentos nas cidades do Interior.

            Iniciou o Programa de Transplantes na região do Agreste e implantou a Emergência Cardiológica no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru. O hospital está realizando o triplo da quantidade de atendimentos em relação a 2014.

            O Hospital Regional de Arcoverde conta agora com Maternidade e Ambulatório Médico e aumentou o número de cirurgias em 2.690 por cento e em 234% no atendimento de casos de emergência.

            O governador autorizou esse ano, o início da construção do Hospital Geral do Sertão, que vai atender vítimas de traumas em uma área sem qualquer tipo de assistência naquela especialidade. Autorizou o programa de recuperação das máquinas de imagens (Raios X) e anunciou a compra de 7 tomógrafos para as unidades hospitalares.

            EDUCAÇÃO – Por conta das ações implementadas pelo governador Paulo Câmara, as escolas públicas estaduais de Pernambuco possuem o menor índice de abandono escolar, segundo levantamento do Ministério da Educação, e a rede estadual alcançou no ano passado, o primeiro lugar nacional no IDEB.

            Muitos investimentos foram feitos para incentivar os professores e também na recuperação de centenas de escolas. Em dois anos, foram inauguradas dez Escolas Técnicas e iniciadas as atividades em 26 Escolas de Tempo Integral. Esse ano, as vagas nas escolas de tempo integral passaram a ser 51% de todas as matrículas na rede pública.

            O Governo do Estado investiu R$ 8,5 milhões em um Projeto de Tecnologia da Informação, que está acelerando todos os projetos da SES. Criou ainda o programa “Olhar para as diferenças”, que visa qualificar o atendimento de crianças com Síndrome de Down, Autismo e outras deficiências.

            ABASTECIMENTO DÁGUA – O Estado de Pernambuco está convivendo com uma estiagem há seis anos, considerada a mais longa dos últimos cem anos. Para diminuir o sofrimento da população do Sertão e Agreste, o Governo do Estado já investiu nos últimos dois anos, mais de R$ 800 milhões. As obras estruturadoras realizadas pela Compesa estão amenizando o sofrimento da população.

            Atualmente, a região que mais sofre com a falta dágua é o Agreste. A principal obra que vai resolver o problema da região é a Adutora do Agreste, que utilizar as águas vindas do Rio São Francisco. A falta de recursos oriundos do Governo Federal atrasou os serviços, mas no próximo mês de maio, a água começará a chegar.

            Para abastecer diversas cidades da região foi concluída pela Compesa, a Adutora do Pirangi, que trás a água represada na Barragem daquele rio. Foram investidos muitos recursos nessa obra, a maioria do próprio Governo do Estado.

            Outra obra de muita importância e que está em fase de acabamento, devendo estar em funcionamento ainda esse ano, é a Adutora do Moxotó.

            FUNCIONALISMO PÚBLICO – Com uma vasta experiência no contato com os servidores do Estado por ter sido coordenador da mesa de debates implantada na primeira gestão do ex-governador Eduardo Campos, Paulo Câmara promoveu uma série de melhorias para o funcionalismo. Concedeu aumentos salariais, principalmente para os PMs, que receberam mais de 40 por cento.

            Os servidores da área de Saúde receberam reajustes de 31% nos últimos três anos, ao mesmo tempo em que as gratificações foram incorporadas aos salários, o que era uma antiga reivindicação da classe médica. O Plano de Cargos e Carreiras de todos os profissionais da área de saúde foi implantado, pois só os médicos eram beneficiados. O número de beneficiados passou de 3 mil para 18 mil servidores.

            Para qualificação da gestão, foram firmados acordos de cooperação científica com Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Colômbia e Chile e também com a UNESCO, o que permitiu investimentos na ordem de R$ 1 milhão em educação para prevenção da AIDS.

            DESENVOLVIMENTO – Mesmo diante da grave crise nacional, Pernambuco continua atraindo novos investimentos e ativando empreendimentos locais. Segundo dados dos institutos especializados, Pernambuco vem crescendo cerca de 14% ao ano, dez vezes mais que o Brasil e onze vezes mais que o Estado de São Paulo.

Nada menos de três shopping centers, localizados em Olinda, Paulista e Carpina, estão sendo construídos. Novas indústrias, entre elas a InBetta,Ache e Ambev, estão se instalando ou ampliando seus parques fabris.

            Por conta da decisão de Paulo Câmara de reduzir a carga tributária estadual do importante setor da produção de açúcar e álcool, as usinas pernambucanas, que estavam paralisadas há anos, voltaram a moer e a contratar trabalhadores.

O grande esforço da equipe montada pelo governador resultou em uma grande vitória, que foi a implantação do HUB da empresa de aviação Azul no Aeroporto Internacional dos Guararapes. Para incrementar a economia no Interior, os aeroportos de Garanhuns e Serra Talhada foram ampliados e equipados, o que vai permitir vôos regulares para aquelas cidades.

            E para incentivar e aprimorar a prática de Esportes por parte da juventude, foi criado o programa “Ganhe o Mundo Esportivo”, que permite o intercâmbio de atletas das diversas modalidades esportivas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar