indexOs desfiles das agremiações carnavalescas em Vitória de Santo Antão, Bezerros e outras cidades da Zona da Mata e Agreste acontecem ao ar livre, onde a incidência da luz solar é intensa. Como estamos no verão, a temperatura está sendo superior aos 30 graus e a umidade está muito baixa, são necessários cuidados especiais para que sejam evitados problemas com a pele.
Para orientar os foliões a não ter problemas nesse período, o Blog Revista TOTAL entrevistou o coronel Manoel Cunha, comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco.
A primeira orientação dada pelo oficial é o cuidado com a ingerência de líquidos. “Precisamos beber muita água, para evitar a desidratação”. Ele adiantou que esse cuidado deve ser tomado por quem está ingerindo bebidas alcoólicas.
Outro cuidado importante é em relação ao vestuário. “Os foliões devem usar roupas claras e leves e não deixar de usar bonés ou chapéus, além do protetor solar”. Para as crianças, o cuidado deve ser dobrado. “As crianças sofrem mais com o sol e o ideal seria evitar o horário entre as 10 e 15 horas”, alertou o coronel Cunha. Sobre crianças, ele sugeriu que os pais ou responsáveis colocassem alguma informação sobre a criança, como telefone de contato, para os casos em que haja separação no meio dos desfiles.
Os calçados também são partes importantes para a proteção dos foliões. Segundo ele, deve-se dar preferência a sapatos fechados e sugeriu o uso de tênis, que são confortáveis e aguentam o pula-pula atrás das orquestras de frevos, maracatus e escolas de samba.
O coronel Manoel Cunha disse que as unidades do Corpo de Bombeiros estão preparadas para dar segurança aos foliões em todo o Estado e encerrou dizendo que a prevenção é fundamental para que todos brinquem o Carnaval com alegria e tranquilidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar