carnaval1O prefeito Professor Lupércio disse que a tônica principal do Carnaval de Olinda será a alegria, a criatividade e a espontaneidade dos foliões e das tradicionais agremiações. Ele fez afirmativa ao justificar a redução em torno de 50 por cento das despesas que a Prefeitura terá na organização da festa. Segundo ele, o Carnaval Olindense sempre se destacou pela alegria contagiante dos foliões, subindo e descendo as ladeiras, acompanhando as orquestras de frevos ou até um simples batido de latas.
O gestor relembrou que em sua época de rapaz, antes de tornar-se evangélico, brincou muito, acompanhando as troças e clubes de frevo. “Lembro que o povo se espremia nas ruas estreitas e todo mundo ficava alegre, sempre se preocupar com fantasias luxuosas e ostentação. Em cada rua, saía uma troça e muita gente saía acompanhando. Essa é a essência do Carnaval de Olinda e que vamos recuperá-la”, afirmou ao fazer o lançamento da programação do carnaval na Marim dos Caetés.
O Carnaval começará na quinta-feira (23) da semana pré-carnavalesca, às 16 horas, quando as agremiações tradicionais e os grupos de cultura popular se concentrarão no Largo do Amparo. Irão abrir a festa, o Elefante, Pitombeira e os Maracatus Leão Coroado e Piaba de Ouro, além de diversos bonecos gigantes.Às 22:30 horas, acontecerá o show do cantor/compositor Alceu Valença em um palco que será montado apenas para essa apresentação na frente do Palácio dos Governadores.
O prefeito anunciou que o tema da festa é “Essa alegria tem história”, em homenagem aos 35 anos de declaração de Olinda como cidade Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco.
Os homenageados desse são o cantor, compositor e arranjador olindense Erasto Vasconcelos, que morreu no ano passado, e o presidente do calunga do Homem da Meia-noite, Luiz Adolpho Alves.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar