bytgftukEm entrevista ao radialista Geraldo Freire, no programa Super manhã, na Rádio Jornal, hoje de manhã, o governador Paulo Câmara deu a entender que existem várias lideranças na Polícia Militar fazendo jogo de cena para se candidatarem nas próximas eleições. Ele disse que existe uma tentativa de politizar as discussões sobre a questão do aumento salarial da categoria e que ele não vai baixar a cabeça. Segundo ele, os líderes das associações dos PMs não querem ver a realidade.
O governador chegou a dizer que o presidente do Clube dos Oficiais da PM, coronel da reserva Limeira, está agindo de forma irresponsável, pois não está levando em consideração os dados reais contidos no projeto encaminhado à Assembleia Legislativa, onde está sendo analisado para ser votado.
Ele disse que o presidente do clube está tentando conseguir vantagens eleitorais e está apostando no “quanto pior, melhor”, sem levar em consideração a responsabilidade dos militares para com a segurança da população do Estado como um todo.
Paulo Câmara reconheceu que a segurança pública está complicada em todo o Estado e que os níveis de criminalidade estão altos, mas descartou a hipótese de greve dos militares durante o Carnaval. Ele adiantou que a greve de policiais é ilegal e que, caso aconteça, o Estado irá recorrer à Justiça para que o movimento seja impedido.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar