img-20170107-wa0017O prefeito Aglaíson Junior (PSB) começou a administrar a Prefeitura de Vitória de Santo Antão, demonstrando que vai provocar uma verdadeira revolução com dinamismo, competência e muitas inovações. Com vasta experiência política, Aglaílson montou uma equipe competente e com muita vontade de resolver os graves problemas da cidade nas áreas de Saúde, Educação, Infraestrutura e na Assistência Social.
Na primeira semana de trabalho, ele já mostrou que a população tinha razão ao elegê-lo com uma ampla maioria. “Sei que a responsabilidade é muito grande, porque a situação financeira do Município é grave, mas vamos trabalhar com afinco para resolver os problemas. Contamos com o apoio do governador Paulo Câmara para implementarmos todos os projetos que temos em mente e que prometemos durante a campanha”, afirmou Aglaílson, em entrevista exclusiva ao Blog REVISTA TOTAL.
Ele já iniciou um levantamento sobre a estrutura de funcionamento da Prefeitura, procurando saber todos os problemas nos diversos setores. Vai procurar ocupar os cargos estratégicos com pessoas competentes e comprometidas, para que a gestão funcione de forma rápida e eficiente. “As carências, tanto na cidade quanto na área rural, são muito grandes e precisamos agir com rapidez em todos os setores”, afirmou.
CARNAVAL – O Carnaval de Vitória de Santo Antão tem muita tradição e é considerado como um dos mais animados e tradicionais do Estado, sendo reconhecido em todo o País, por conta de sua beleza e características. Nos últimos anos, por conta de falta de interesse do Poder Público Municipal, a folia vem caindo e perdendo muitos turistas, além de não agradar aos foliões vitorienses.
Verificando que a Prefeitura não tem condições financeiras de realizar uma grande festa, Aglaílson Junior já tem muita ideias para fazer com que a festa volte a ser muito grande. Vai procurar os empresários da cidade com o objetivo de conseguir os recursos necessários para dar condições às agremiações carnavalescas de realizarem grandes desfiles. Serão conclamados a colaborarem empresas como a Pitú, Sadia e outras.
Ele adiantou que vai reunir-se com os dirigentes das agremiações para fazer um levantamento das carências e também saber o que a Prefeitura pode fazer para dar condições aos clubes e blocos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar