prefeito-elias-gomesApós perder as eleições em Jaboatão dos Guararapes e no Cabo de Santo Agostinho, Elias Gomes (PSDB) terá que se reinventar enquanto liderança política. Ele foi o condutor do processo que levou à candidatura de Heraldo Selva (PSB) no segundo mais importante colégio eleitoral do Estado. O socialista terminou o primeiro turno na terceira colocação. Na etapa final das eleições, Elias e Heraldo apoiaram Manoel Neco (PDT), que terminou derrotado nas urnas por Anderson Ferreira.

Ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Elias tentou mais uma vez eleger o filho, o deputado federal Betinho Gomes (PSDB) para chefiar o executivo da cidade. Novamente perdeu a parada para Lula Cabral (PSB), eleito para ser prefeito mais uma vez. Nas eleições passadas Betinho havia sido derrotado por Vado da Farmácia, candidato lançado e apoiado por Lula. De quebra, Elias também viu o atual prefeito Miguel ser derrotado em Bom Jardim.

Sem nenhuma cidade importante como base, Elias praticamente dá adeus ao sonho de ser indicado para uma das vagas na disputa pelo Senado em 2018. Também fica num dilema, pois para manter o filho na Câmara Federal terá que disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, lugar que já ocupou décadas atrás. Dentro do PSDB, legenda que preside, viu sua influência diminuir, perdendo importantes espaços para o ministro das Cidades Bruno Araújo, cada vez mais poderoso em Pernambuco.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar