Texto: Secom/Cabo Fotos: Randy Augusto e Wedson Gomes

 

DSC_0409-1024x680A 21ª edição da Mostra de Esquetes e Poesias Encenadas do Cabo de Santo Agostinho (Mocaspe), que começou na segunda-feira (22/08), segue com apresentações até o próximo domingo (28). O evento está sendo realizado no Auditório Luiz Alves Lacerda, situado no Loteamento Garapu. A mostra traz este ano uma programação bem diversificada, com mostras competitiva e paralela, debates e exposições, além da tradicional premiação dos destaques. Os ingressos custam R$ 7,00 antecipado e R$ 10,00 na hora do evento. Cada esquete tem duração média de 30 minutos.

A abertura da Mocaspe contou com a apresentação do espetáculo convidado “O apanhador do campo de centeio”, do Coletivo Teatral Risoflora. A peça tem direção de Ananda Swamy e é encenada pelo ator Ramon Bismark. Em seguida, houve a apresentação da esquete “Viva e Deixe Viver”, com texto e direção de Fábio Melo, sendo produzida pela Cia. Cultural Art Pop. No elenco, Fábio Melo, Iran Júnior, Maria Beatriz, Pedro Henrique e Felipe.

O homenageado deste ano da Mostra é o ator e diretor Buarque Tomás. Cabense, ele participou da mostra nos anos anteriores como ator e diretor, além de contribuir com o movimento teatral na extinta ACTA.  Estreou em 1º de outubro de 1983, num monólogo do inesquecível Francisco Alves, pelo Grupo da Gente – GRUDAGE, o espetáculo “Guiomar sem rir, sem chorar”, texto de Lourdes Ramalho, onde assinou a direção.

A iniciativa é do Movimento Teatral do Cabo de Santo Agostinho com o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Executiva de Cultura e Lazer. Outras informações: 3521-6655.

AberturaMocaspe_14RandyAugustoAberturaMocaspe_03RandyAugusto

 

Secretaria de Comunicação Social do Cabo de Santo Agostinho
Fones: (81) 3521-6779/ 3524-9186

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar