Governo do Estado/Fotos: Hesíodo Góes / Seturel-PE

files_13829_201608221756232b8bA Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado lançou, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Universidade do Futebol, o Programa Educar pelo Esporte, nesta segunda-feira (22), no Centro de Convenções de Pernambuco. Juntas, as instituições vão capacitar e apresentar novos conhecimentos técnicos para professores de Educação Física, de projetos sociais na área esportiva e da rede estadual de ensino. O programa oferece 280 vagas para o módulo de três meses de estudos com aulas online e presenciais.

A intenção do Governo de Pernambuco é qualificar profissionais do esporte pernambucano sobre como passar bem os ensinamentos do esporte às crianças e aos adolescentes, garantindo o direito ao esporte com inclusão, segurança e proteção. “Este é um processo de sistematização de capacitação. Nosso principal legado é o conhecimento. No momento que todos discutem os resultados de uma Olimpíada, nós já estamos buscando capacitar melhor esses profissionais para que os conhecimentos passados sejam ainda melhores. Além disso, esse curso vai contribuir muito na formação de melhores cidadãos usando o esporte como agente transformador e com fins educativos”, afirmou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

“Vivemos um momento fantástico para discutirmos a importância do esporte para a sociedade. Estamos tendo a possibilidade de ver os principais atletas do mundo nas Olimpíadas, mas precisamos refletir e perceber que o esporte possui outras formas de manifestação que possuem tanta relevância quanto o esporte de espetáculo que estamos tendo o prazer de acompanhar em nosso país. É de suma importância valorizar o perfil educacional que o esporte possui”, ressaltou consultor do UNICEF Brasil na área de Esportes para o Desenvolvimento, Augusto Lepre Souza.

O curso apresenta temas como: o papel do esporte na nossa sociedade, ambiente de aprendizagem, papel do professor no ensino, desenvolvimento da autonomia, relação com pais e familiares, promoção do direito ao esporte seguro e inclusivo, entre outros. A capacitação busca estimular diversos grupos das mais diversas modalidades esportivas. O curso é gratuito, com duração de três meses, e tem início nesta segunda-feira (22).

A goleira da Seleção Feminina de Futebol, Bárbara Michelline, foi uma das atletas que prestigiou o evento. Ela comentou a importância da iniciativa para o fortalecimento do esporte pernambucano. “O projeto surge em um momento oportuno. O período olímpico despertou nos jovens a vontade de um dia também projetar a sua história. Para eles é fundamental receber o apoio de profissionais qualificados com potencial para levá-los muito mais longe. Ações como essa representam muito para o futuro do esporte no Estado”, disse Bárbara.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar