download (44)Os proprietários de automóveis têm sofrido muito no Recife e nas principais cidades do Estado com a ganância exacerbada dos proprietários dos locais chamados de estacionamento, que cobram o que querem. Em alguns locais, os donos dos pontos chegam a cobrar R$ 30,00 por uma hora. O pior de tudo é que os donos das áreas não dão qualquer garantia de que os veículos estão garantidos contra roubos dos carros, furtos de objetos e até arranhões. As vítimas desses casos não têm a quem reclamar, pois a Polícia e os Procons não têm como agir.
O negócio é tão lucrativo, pois funciona de forma ilegal e, portanto, não paga imposto e nem os direitos trabalhistas dos empregados, que muitas casas, inclusive mansões e imóveis de grande valor histórico e cultural, estão sendo demolidos para serem transformados em estacionamento. Os problemas estão se acumulando também para quem precisa ir ao Aeroporto Internacional dos Guararapes, Arena de Pernambuco, shopping centers, hospitais, bares, restaurantes e casas de espetáculos.
Sendo assim, com o objetivo de defender os interesses das pessoas que vêm sendo lesadas por esses “empresários” inescrupulosos, a Revista TOTAL, em parceria com o Blog Revista TOTAL, vai iniciar uma campanha, visando solucionar o problema com a exigência de esses locais passem a ser regulamentados e que cumpram as exigências legais.
Como primeiro ponto, o empresário Marcelo Mesquita, diretor presidente da TOTAL, está reunindo representantes da Imprensa, já contando com o apoio de mais de 50 representantes de jornais, revistas e blogs. A intenção é iniciar uma campanha,exigindo dos parlamentares (deputados estaduais e vereadores do Recife e de municípios com mais de 50 mil habitantes) a regularização e fiscalização desses pontos. Além dos jornalistas e blogueiros, Mesquita já recebeu o apoio de entidades de defesa dos consumidores e também de Associações de Moradores, que se acham prejudicados com o problema.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar