Blog do Inaldo Sampaio

 Mário-Cavalcanti-Foto-Ednaldo-Lourenço-DivulgaçãoFrente Popular de Gravatá, que tem como candidato a prefeito o vereador João Paulo de Lemos (PSB) e a vice o também vereador Fernando Resende (PR), pediu registro de chapa nesta segunda-feira (8).

Ela é formada por 11 partidos, tem 68 candidatos a vereador e vai enfrentar o ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB), que tem o apoio de 10 legendas.

Os partidos que formam a Frente Popular são: PSB, PDT, PRP, PPS, PCdoB, PP, PR, PSL, DEM, PPL, e PMB. Ela tem o apoio de 11 dos atuais 15 vereadores.

Gravatá está sob intervenção estadual devido ao afastamento do prefeito eleito em 2012 Bruno Martiniano Lins. Ele se elegeu pelo PTB e atualmente está sem partido. O interventor é o coronel PM (da reserva) Mário Cavalcanti.

O candidato do PSB seria o deputado estadual Waldemar Borges mas como não decolou nas pesquisas, o partido fez opção pelo vereador João Paulo.

Já o candidato do PR seria o também vereador Fernando Resende. Mas, para não dividir a oposição, ele aceitou ser vice de João Paulo.

O PSB está apostando na possibilidade de Joaquim Neto ficar fora da disputa por ter tido contas rejeitadas pelo TCE e confirmadas pela Câmara Municipal, mas ele garante que está elegível.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar