IMG_20160806_195219Dra. Maria Carolina Melo Campos (Carolina Campos), 30 anos, casada com o empresário Breno Campos, filha de Paulo Sérgio Ferreira de Melo e Aldinete do Nascimento Melo, mãe do casal Breno Campos Júnior e Brenda Carolina Campos de  6 e 3 anos de idade respectivamente.

Formada em Psicologia no ano de 2010 pela Faculdade Frassinetti do Recife – FAFIRE, Pós-graduada em Psicologia do trânsito, possuidora dos títulos de Mestrado e Doutorado em Psicanálise. Atua como psicóloga clínica e psicóloga em um programa da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias, (os Mórmons) da qual é membro.

A psicóloga Carolina Campos tem longa história junto ao PSB, caminhou desde criança com seu pai, o sanitarista Paulo Melo, amigo pessoal do ex Deputado Estadual Miguelzinho Batista, sendo um dos fundadores do PSB e por sua relação partidária tiveram oportunidade de participar das campanhas de Miguel Arraes é Eduardo Campos. Ao vivenciar tudo isso, sempre teve o desejo de contribuir e agora se sente preparada e se colocou a disposição como candidata a vereadora no município de Olinda. Mesmo tendo muitas atribuições como esposa, mãe e profissional compreende a importância da participação efetiva da mulher na política. No último dia 31 de Julho, participou da convenção do PSB em Olinda, na qual foi homologada a candidatura de Antônio Campos para Prefeito, com Ceça como Vice-prefeita e a mesma para Vereadora.

A pré-candidata Carolina Campos sabe das dificuldades e o caos que se encontra a cidade de Olinda, pois a mesma nasceu em Recife e desde seu segundo dia de vida reside na cidade, e ao longo dos anos tem vivenciado o descaso que se encontra a cidade, enchentes proveniente das chuvas, problemas estruturais, tais como falta de calçamento, praças, mobilidade, saúde, segurança e acompanhou o desgoverno da gestão atual

Carolina Campos sabe o grande desafio que irá encarar pois reconhece o tamanho e importância dessa bela cidade, Olinda, patrimônio histórico da humanidade que em meio a tanta beleza na sua parte histórica está abandonada e esquecida em seu subúrbio e necessita urgentemente de pessoas que acreditem e possam realizar uma mudança real. Por amor a Olinda, É Carolina Campos.

2 Comentários

  1. Parabéns , pois vejo que Dra Carolina Campos amplia seu foco de onservação, apontando a complexidade que encontra-se a cidade de Olunda, atualmente.

    Descreve com o verbo estar a instabilidade de suas metas.

    Faz registro sua intersubjetividade, quando registra os pontos que percebe e em que circunstancias o fenômeno acontece.

    Ao distinguir o dinamismo das relações presentes , ver um processo em curso a ser colocado em prática em favor de Olinda, um sistema em constante mudanças e evolução e tem ânimos e autonomia para fazer em favor do povo Olindence , numa interação instrutiva , assumindo a instabilidade , a imprevisibilidade e incontrolabilidade do sistema.

    Sua participação na constituição da futura realidade promissora de Olinda já vai tomando sua forma, já que Dra. Carolina Campos passa a se perceber em acoplamento estrutural , e assim estará atuando nesse espaço de intersubjetividade que constitui com o sistema com que trabalha .
    Enfim, parabéns Dra. Carolina Campos, vamos todos navegando a passos lentos e firmes em favor da vitória de Olinda.
    Conte com meu apoio e de amigos confiáveis.

    Ednaldo Ferreira.

  2. Absurdo o fato que em olinda todo mundo quer roubar, essa menina coitada não aguenta nada, nem sua casa consegue administrar, casada com um tal de Breno, uma farsa atrás da outra. tenho até pena, aqui no varadouro todo mundo sabe quem é o marido dessa coitada!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar