Por Márcio Maia

 

vagas-de-emprego-petrolina-2016A campanha para a Prefeitura de Petrolina será uma das mais disputadas do Estado e nela estão envolvidos dois deputados estaduais e um federal, integrantes de três grupos políticos de grande influência não só no município, como em toda a região.

Como já havia sido definido há algum tempo, o governador Paulo Câmara (PSB) vai manter-se afastado da disputa embora entre os postulantes exista um integrante de seu partido, o deputado Miguel Coelho. Essa distância faz parte de sua estratégia de não se envolver nas cidades onde dois ou mais candidatos de sua base de sustentação estejam pleiteando o cargo de prefeito.

Entre os candidatos estão os deputados estaduais Miguel Coelho (PSB) e Odacy Amorim (PT) e o federal Adalberto Cavalcanti (PTB). Além desses também são candidatos o vereador e ex-secretário Ednaldo Lima (PMDB), com o apoio do prefeito Júlio Lóssio (PMDB), e Maria Perpétua (PSOL).

Com uma forte estrutura e apoio de grandes nomes, como o senador Fernando Bezerra Coelho e o deputado federal e atual ministro Fernando Filho, Miguel Coelho vem sendo apontado como o favorito para conquistar o pleito, como já antecipou o Blog Revista TOTAL.

No entanto, Odacy Amorim, que já foi prefeito, e Adalberto Cavalcanti, que já foi gestor em Afrânio, são apontados como fortes concorrentes, da mesma forma, Ednaldo Lima, que tem o apoio do atual prefeito Júlio Lóssio. Será uma disputa acirrada e que se a cidade tivesse mais de 200 mil eleitores, com certeza haveria segundo turno.

Da mesma forma que a majoritária, a disputa pelas vagas na Casa Vereador Plínio Amorim será duríssima. Cerca de duzentos candidatos irão disputar as cadeiras e os eleitores da sede e dos distritos já estão sendo contatados, assim como os líderes comunitários, sindicais e empresariais.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar