Diário de pernambuco

download (42)O vereador do Cabo de Santo Agostinho, José de Arimatéia (PSDB) deve formalizar nesta quinta-feira (3) uma denúncia junto ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) contra o aumento de 30% no salário dos legisladores da cidade, sem que o texto tivesse ido a plenário. A partir do próximo ano, em vez de R$ 9,7 mil mensais, cada um dos 17 vereadores do município vão receber R$ 12,5 mil. De acordo com Arimatéia, o projeto não foi colocado na pauta de votações e ele soube do futuro reajuste quando em uma conversa “informal”.
“Na segunda-feira, quando procurei o presidente para falar de uma proposta de congelamento de salários ele disse que o aumento já tinha sido aprovado. Só que isso não entrou em pauta em nenhum momento. O problema não é o reajuste, mas a falta de discussão”, disse. Pela lei, os vereadores têm até o dia 2 de agosto para colocar votar matérias que tratem de alterações salariais. Atualmente o orçamento da Câmara do Cabo é de R$ 2 milhões mensais. O presidente da Casa, vereador Mário Anderson, foi procurado para explicar o assunto, mas não atendeu às ligações.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar