Blog do Inaldo Sampaio

 

Antônio-Campos-atoO advogado Antonio Campos tornou-se oficialmente neste domingo (31) candidato do PSB à prefeitura de Olinda com o apoio de 11 partidos, dois a menos do que tinha na semana passada.

O desfalque aconteceu porque dois partidos não aceitaram o vice que ele apresentou, a líder evangélica Conceição Silva (PHS). Um dos que se rebelaram foi o vereador Arlindo Siqueira, presidente municipal do PSL.

Ele disse que não apoiará mais o irmão de Eduardo Campos “de jeito nenhum”, mas há controvérsias. O próprio “Tonca” garante que ele retornará para o seu palanque.

O governador Paulo Câmara não foi à convenção porque a Frente Popular no município está dividida. Entretanto, prestigiaram o evento o senador Fernando Bezerra Coelho, o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho, os deputados federais João Fernando Coutinho (PSB), Severino Ninho (PSB) e o Pastor Eurico (PHS) e o estadual Aloísio Lessa (PSB).

Durante a convenção, foram prestadas homenagens aos ex-governadores Miguel Arraes e Eduardo Campos e ao escritor Ariano Suassuna, militante histórico do PSB. A ex-senadora Marina Silva não compareceu, mas enviou uma mensagem em vídeo.

“Vamos fazer o grande encontro da política com o povo. Nosso patrão vai ser o povo. Vamos ouvir e dialogar constantemente com a população”, prometeu Antonio Campos.

“Vamos pegar no batente, acordar cedo, sem hora e dia para trabalhar pelo povo. Vou ter pulso firme, mas acima de tudo sensibilidade e compromisso para atender aos anseios e às necessidades da população”, acrescentou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar