O Ibope divulgou (ontem) o resultado de uma pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) sobre a avaliação da população em relação à Gestão do presidente interino Michel Temer (PMDB). Segundo o levantamento feito entre os dias 24 e 27 do mês passado, a desaprovação ao governo de Temer é maior na região Nordeste do País. Na Região, 44% dos entrevistados avaliaram o governo interino como ruim ou péssimo, diferença acima da margem de erro de dois pontos percentuais quando comparada com a rejeição nas outras regiões do país. No Norte e no Centro-Oeste (a pesquisa agrupa as duas regiões), a desaprovação foi de 35%, enquanto no Sudeste, é 35%; e no Sul, é 39%.

No quesito aprovação, os nordestinos também tiveram o menor percentual, apenas 11 por cento, enquanto 12% dos sulistas aprovam e os moradores do Sudeste 13%. No Norte e no Centro-oeste, Temer alcançou o amior percentual de aprovação, 16%.

Em todo o País, a pesquisa apontou que 13% dos entrevitados consideram o governo como ótimo e bom, enquanto 39% o avaliam como ruim ou péssimo. Já 36% acham o governo regular. Entre os que responderam as perguntas, 13% não soube ou não quis responder.

O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. O grau de confiança da pesquisa é de 95%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Esta foi a primeira pesquisa CNI/Ibope, após o afastamento temporário da presidenta Dilma Rousseff, em 12 de maio, determinado pelo Senado Federal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar