foto-montagem

 

 

 

 

 

 

PUBLICADO EM 25/06/2016 ÀS 15:48 POR EM NOTÍCIAS

O corpo do empresário Paulo César Morato, 47 anos, encontrado morto na última quarta-feira (22), ainda passa por exames feitos pelos médicos legistas para tentar elucidar caso e deve ser liberado do Instituto de Medicina Legal (IML), no Recife, na próxima segunda (27). A previsão da Secretaria de Defesa Social (SDS) é que os laudos que dirão o que provocou a morte dele fiquem prontos até o fim da semana. Morato era o único foragido da Operação Turbulência.

O caso é investigado pela Polícia Civil, que praticamente descartou a hipótese de que o empresário tenha sido vítima de homicídio, mas aguarda o resultado dos exames para concluir se ele se matou ou teve morte natural. Foram encontrados no quarto de motel onde o corpo foi encontrado apenas remédios para diabetes e hipertensão, doenças que Morato já sofria.

LEIA TAMBÉM
» Homicídio é praticamente descartado pela polícia em caso de foragido da Operação Turbulência encontrado morto
» Carro de empresário encontrado morto será leiloado com outros bens apreendidos pela Operação Turbulência após investigação
» Empresário foragido da Operação Turbulência é encontrado morto em motel de Olinda

O empresário é dono de uma empresa de terraplanagem apontada pela Polícia Federal, a partir das investigações da Operação Turbulência, como receptora de R$ 18,8 milhões da construtora OAS. O dinheiro seria desviado das obras da Transposição do Rio São Francisco e teria sido repassado de forma ilícita para a campanha do ex-governador Eduardo Campos (PSB) à presidência, em 2014.

O inquérito foi desencadeado, no início deste ano, pela apuração da compra do jatinho que caiu em agosto daquele ano, matando o socialista durante a campanha. A partir dessa investigação, foi descoberto um esquema de lavagem de dinheiro que movimentou aproximadamente R$ 600 milhões.

» Provas usadas na Operação Turbulência são de inquérito sobre suposta propina na campanha de Eduardo Campos em 2010
» Agora na Operação Turbulência, FBC volta a ser citado em suposto esquema para campanha de Eduardo Campos
» PF apreende dinheiro, carros de luxo e armas na Operação Turbulência

AddThis Sharing Buttons

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar