4f27eb2a6b423a6ab96693c406a56af8Conforme nosso Blog já havia antecipado, em primeira mão, ontem, o Banco Fator foi o vencedor do Leilão realizado pela RECDA, empresa de propósito específico criada pela gestão Geraldo Júlio, para estruturar e negociar as debêntures decorrentes de parcelamentos de tributos municipais. O Fator lidera um consórcio formado ainda pelos bancos ABC Fator e Banco ABC.

Além do fato de ser uma instituição que tem amargado sucessivos prejuízos milionários, chama a atenção o fato de que uma das razões para que o TCE tenha determinado a suspensão da assinatura do contrato com o Fator, o custo da comissão do contratado ter sido onerado em nada menos que 450% em relação ao valor inicialmente estabelecido pela própria RECDA.

Vale destacar que o Banco Fator foi investigado pela CPI do BANESTADO, em 2003, exatamente sob a acusação de ter recebido seis vezes o valor licitado para fazer a avaliação do banco estatal (leia AQUI), além de tê-lo subavaliado.

O Banco Fator também esteve flagrantemente envolvido, no rumoroso Escândalo dos Precatórios (leiaAQUI).

 

Captura de Tela 2016-06-16 às 17.33.21

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:Blog da Noelia Brito

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar