download (1)O inverno está se aproximando e as chuvas, que são tão aguardas pelos pernambucanos, começam a trazer problemas. Por conta disso, é muito importante que as pessoas comecem a tomar precauções e providências para que as águas caídas sejam bem aproveitadas por todos. Todos sabemos que Pernambuco vem convivendo com a estiagem há cinco anos e sofrendo muito com a falta dágua, tanto para o abastecimento da população nas cidades quanto na área rural para a alimentação dos animais e irrigação das plantações.

Nos primeiros dias desse mês, já começaram a ser registrados altos índices de chuvas em diversos pontos, especialmente na Região Metropolitana do Grande Recife e na Zona da Mata. Portanto, é fundamental que já sejam tomadas providências para que as águas caídas sejam aproveitadas e não causem desastres, inclusive com vítimas fatais, o que é lamentável e irrecuperável.

Fortes chuvas caíram no Grande Recife, especialmente nas cidades do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, e também na Zona da Mata, como Vitória de Santo Antão, Palmares, Escada e Goiana, como constatou a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC). Em alguns pontos, já foram registradas chuvas de quase 200 mm, o que é considerado um índice muito alto para o período.

O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco está com o efetivo preparado para ser acionado em qualquer caso de emergência, podendo ser acionado pela população de todo o Estado através do telefone 193. A “Operação Inverno”, que é realizada todo o ano nesse período, está sendo preparada para ser mais uma vez implantada.

Enquanto isso, a corporação vem orientando as pessoas que moram em pontos de riscos, com a possibilidade de desmoronamentos de residências, deslizamentos de barreiras, transbordamentos de de rios e canais ou alagamentos de vias, a se precaverem.

Vejam as principais ações preventivas a serem tomadas.

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE PERNAMBUCO

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

CUIDADOS COM AS CHUVAS

 

As chuvas são absolutamente necessárias, mas podem causar danos irreparáveis

 

Antes das chuvas

 

1 – Não jogue lixo nos canais e canaletas

2 – Limpe as canaletas próximas às suas residências

3 – Plante gramas e capins nas encostas

4 – Plante nas barreiras, árvores que não acumulem água nas raízes

5 – Não plante árvores que acumulem água nas raízes, principalmente bananeiras

6 – Não plante árvores de grande porte nas barreiras e encostas

7 – Verifique as condições do sistema elétrico da casa

8 – Em caso de ameaça de acidente, desmoronamento ou deslizamento, procure a Codecipe ou a Comissão de Defesa Civil de sua cidade

 

Durante as chuvas

 

1 – Não atravesse lugares alagados e com correntezas

2 – Mantenha as portas das residências trancadas

3 – Não mexa em pontos de eletricidade

4 – Em caso de ameaça de desmoronamento, deslizamento ou alagamento, feche a casa e procure um abrigo

5 – Em caso de emergência, ligue para o Corpo de Bombeiros – 193

 

Depois das chuvas

 

1 – Use botas ou sapatos que protejam bem os pés

2 – Verifique as condições estruturais da residência

3 – Não mexa em equipamentos elétricos que estiverem molhados

4 – Desinfete os alimentos

5 – Descarte os alimentos que tiveram contato com a água suja e lama

6 – Não use água de poços ou fontes

7 – Ferva a água que for ser usada para beber

8 – Não volte para casa antes das águas baixarem

Por Marcio Maia

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar