Moradores das imediações da Maternidade de Afogados ficaram revoltados com o descaso com o patrimônio publico. É que em um terreno baldio localizado próximo ao muro do Metrô, foram encontradas mais de 500 sacolas novas pertencentes à Prefeitura Municipal de Olinda. As pessoas que fizeram as denúncias à Imprensa mostravam-se revoltadas com “o dinheiro do povo jogado fora”, enquanto as autoridades dizem não ter dinheiro para consertar as escolas, para dar aumento aos professores ou melhorar a qualidade da merenda escolar.
“Isso é um verdadeiro absurdo. As pastas estão novinhas e nunca foram usadas”, resumiu dona Maria de Fátima, ambulante residente nas proximidades e viu quando os repórteres chegaram para documentar o fato. Os moradores das imediações não sabiam explicar como o “lixo” havia sido deixado na local, mas a opinião geral é de que havia sido jogado ali durante a madrugada. O dono de uma barraca garantiu ter ficado acordado até pouco depois da meia-noite e não ter visto nada.
Antes que o material muita gente levou as sacolas, que aparentavam ser novas.
Assessores do prefeito Renildo Calheiros reconheceram através das imagens, que o material escolar pertence à Secretaria de Educação de Olinda, mas adiantaram não saberem explicar porque foi parar no Recife. Ninguém quis fazer declarações oficiais, mas a assessoria garantiu que o caso será averiguado.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar