O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), convocou os líderes religiosos da capital, para entrarem na luta contra o mosquito Aedes Aegypt. Segundo ele, a participação de todos os setores da sociedade é fundamental para a conscientização da população para que a “guerra” seja vencida. O gestor recifense manteve hoje (3), um encontro com o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, que prometeu entrar na campanha, fazendo com que todas as paróquias se envolvam no assunto, conclamando os fiéis a cuidarem de suas residências e bairros onde moram.
Geraldo Julio anunciou que também irá manter contatos com os líderes das igrejas evangélicas para que entrem na campanha. Ele afirmou que os pastores evangélicos têm uma enorme liderança com os irmãos e têm plenas condições de fazer com que se transformem em formadores de opinião. “A situação é gravíssima e os poderes públicos não têm condições de, sozinhos, eliminarem o problema. Nossas equipes de agentes de endemias estão trabalhando inclusive aos sábados, domingos e feriados para acabar com os focos onde as larvas dos mosquitos estão”, disse.
Antes dos religiosos, o prefeito da capital já manteve contatos sobre o mesmo assunto com os diretores do Sindicato dos Panificadores e amanhã (4), vai se encontrar com os dirigentes do Sindicato das Escolas Particulares.
Amanhã, cerca de 700 soldados do Exército serão incorporados aos mais de 600 agentes comunitários de Saúde e de Endemias no esquema de visitação às residências em todos os bairros da capital. No primeiro semestre do ano, quando um esquema semelhante foi posto em prática nada menos de 100 visitas à residências foram efetuadas. Para o prefeito, infelizmente, ainda existem algumas pessoas que não têm noção exata da gravidade do problema e negam-se a liberar suas casas para a vistoria dos agentes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar