mario-cavalcanti

O coronel Mário Cavalcanti Albuquerque, nomeado pelo governador Paulo Câmara para interventor na Prefeitura de Gravatá, começou a montar a equipe para iniciar o processo de organização das ações administrativas e, principalmente, financeiras. O oficial da PM anunciou que o objetivo inicial é fazer um levantamento dos débitos com pessoal e com os órgãos estatais, para fazer com que os serviços municipais voltem a funcionar.
“Precisamos montar a equipe o mais rápido possível para iniciarmos os trabalhos, pois que soubemos oficiosamente, os servidores públicos estão com salários atrasados o que está fazendo com que muitos serviços estejam paralisados ou semiparalisados. Temos que encontrar saídas rápidas para a crise, agilizando principalmente nas áreas da Saúde, da Educação e da Infraestrutura. Estamos contando com todo apoio do governador Paulo Câmara e do pessoal do Ministério Público e do Tribunal de Contas”, afirmou o interventor em seu primeiro dia de trabalho.
Ele anunciou que vai enxugar os gastos da Prefeitura, diminuindo drasticamente o número de secretarias e de cargos comissionados. “Nosso trabalho será árduo e de muita responsabilidade uma vez que a população está revoltada com os rumos que a Prefeitura tomou. Ouvimos muitas reclamações dos moradores e também dos servidores que estão insatisfeitos com o não recebimento de seus vencimentos”, afirmou.
O interventor disse também que será necessária uma apuração célere sobre os motivos que levaram o Tribunal de Contas e a Justiça Estadual a tomarem a medida extrema de afastamento do prefeito Bruno Martiniano. “Acredito que em poucos dias, teremos um diagnóstico completo do que deve ser feito para sanear as contas públicas e normalizar os serviços, como atendimento médico, transporte de doentes, aulas, merenda escolar e até a coleta do lixo”, explicou.
Para o governador Paulo Câmara, o coronel Mário Cavalcanti tem todos os requisitos para realizar um trabalho eficiente à frente da Prefeitura, fazendo com que a vida dos gravataenses volte à normalidade. Segundo ele, apesar de não ser um político, o oficial tem grande experiência, tendo trabalhado durante muito tempo na Casa Militar, que é um órgão diretamente ligado ao gabinete do governador do Estado. “Ele tem todas as condições de fazer uma gestão positiva e é capaz de reestabelecer os serviços públicos municipais”.
Os moradores de Gravatá mostraram alegria com a nomeação do interventor e com a saída do prefeito Bruno Martiniano, que há mais de quarenta dias não aparecia no prédio da Prefeitura Municipal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar