Por Tauan Saturnino
Da Folha de Pernambuco

O porta voz da Rede Sustentabilidade em Pernambuco, Roberto Leandro, disse, ontem, que ainda não teve nenhum diálogo com a deputada estadual Raquel Lyra (PSB) sobre o suposto interesse da socialista em ingressar no novo partido – que teve seu registro autorizado, na última terça-feira, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ontem – apenas um dia após o julgamento no TSE – Raquel Lyra fez um discurso enaltecendo o novo partido e teceu inúmeros elogios a ex-senadora e ex-candidata à Presidência da República, Marina Silva – principal liderança da nova legenda.

“No caso de figuras públicas que queiram se filiar, elas passarão pelo crivo da Executiva nacional do partido. Caso a legislação eleitoral permaneça como está atualmente, quem quiser ser candidato, em 2016, terá que dar entrada ao processo de filiação até o dia dois de outubro. Como haverá a necessidade dessa análise nacional, recomendamos que os interessados nos procurem imediatamente. Como Raquel Lyra não entrou em contato, não podemos falar sobre hipóteses. De todo modo, do ponto de vista pessoal, ela é um quadro do PSB que tem sido bastante atuante na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe)”, afirmou Leandro.

Raquel Lyra e seu pai, o ex-governador João Lyra (PSB), estudam a possibilidade de deixar o PSB com o objetivo de viabilizar o projeto de seu grupo político em lançar candidatura da deputada à Prefeitura de Caruaru, município do Agreste pernambucano. Raquel Lyra nega que seu discurso signifique um alinhamento à Rede, mas entre os deputados estaduais corre a versão de que a a socialista já teria falado de seu interesse em ingressar na sigla. O deputado estadual Lucas Ramos (PSB), que deseja disputar a Prefeitura de Petrolina no Sertão – mas enfrenta resistências dentro do PSB, a exemplo de Raquel Lyra – também teria demonstrado interesse. A reportagem tentou contato com o deputado, mas não obteve retorno. A “novela” em que se transformou busca da Rede Sustentabilidade pelo registro durou dois anos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Fechar